MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Indústria 4.0: quais são as novas profissões e habilidades em alta?

A Indústria 4.0, ou quarta revolução industrial, traz novos desafios e oportunidades para o mercado de trabalho. Saiba quais são as novas profissões e habilidades em alta nesse cenário

Indústria 4.0: quais são as novas profissões e habilidades em alta?
Freepik
Victor Meira

Victor Meira

victor@jcconcursos.com.br

Publicado em 15/12/2023, às 18h03

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A Indústria 4.0, ou quarta revolução industrial, é marcada pela convergência de tecnologias digitais, físicas e biológicas, que transformam os processos produtivos e geram novas demandas para os profissionais. Nesse contexto, é preciso se adaptar e se qualificar para as novas profissões e habilidades em alta, que exigem conhecimentos técnicos, criatividade e capacidade de resolver problemas complexos.

Segundo Jorge Cruz, diretor da vertical e serviços de IT da Adecco, uma das verticais do Grupo Adecco, líder mundial em soluções de RH, a Indústria 4.0 representa uma oportunidade de melhoria da eficiência e produtividade dos processos industriais, mas também um desafio de conexão com a tecnologia. "É preciso estar atento às mudanças e às novas competências que o mercado requer, pois elas são constantes e rápidas", afirma.

De acordo com um levantamento do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), a Indústria 4.0 tem potencial para criar novas profissões em diversos setores, como automotivo, tecnologia, alimentício, construção civil, química, têxtil e petróleo e gás. Algumas dessas profissões são:

  • Mecânico de veículos híbridos: responsável pela manutenção e reparação de veículos que utilizam fontes de energia alternativas, como eletricidade, hidrogênio e biocombustíveis.
  • Mecânico especialista em telemetria: responsável pelo monitoramento e análise de dados de sensores instalados nos veículos, que permitem otimizar o desempenho, a segurança e o consumo de combustível.
  • Programador de unidades de controles eletrônicos: responsável pela programação e configuração de dispositivos eletrônicos que controlam os sistemas de injeção, ignição, freios, suspensão e outros componentes dos veículos.
  • Técnico em informática veicular: responsável pela instalação, configuração e manutenção de sistemas de informação e comunicação nos veículos, como GPS, multimídia, assistentes virtuais e outros.
  • Analista de IoT: responsável pelo desenvolvimento, implantação e gestão de soluções de internet das coisas (IoT), que conectam objetos físicos à rede, permitindo coletar, transmitir e processar dados em tempo real.
  • Engenheiro de cibersegurança: responsável pelo planejamento, implementação e monitoramento de medidas de proteção contra ataques cibernéticos, que podem comprometer a integridade, a confidencialidade e a disponibilidade dos dados e sistemas.
  • Analista de segurança e defesa digital: responsável pela identificação, prevenção e resposta a incidentes de segurança cibernética, que podem afetar a reputação, a operação e a continuidade dos negócios.
  • Especialista em big data: responsável pela coleta, armazenamento, análise e visualização de grandes volumes de dados, que podem gerar insights e soluções para problemas e oportunidades de negócio.
  • Engenheiro de software: responsável pelo desenvolvimento, teste e manutenção de softwares que atendam às necessidades e especificações dos clientes, seguindo padrões de qualidade, segurança e usabilidade.
  • Técnico em impressão de alimentos: responsável pela operação e manutenção de impressoras 3D que produzem alimentos personalizados, com diferentes formas, sabores, cores e nutrientes.
  • Especialista em aplicações de TIC para rastreabilidade de alimentos: responsável pelo desenvolvimento e gestão de sistemas de informação e comunicação que permitem rastrear a origem, o transporte e a qualidade dos alimentos, garantindo a segurança alimentar e a transparência para os consumidores.
  • Especialista em aplicações de embalagens para alimentos: responsável pelo desenvolvimento e gestão de embalagens inteligentes, que utilizam sensores, etiquetas e códigos para monitorar as condições e a validade dos alimentos, além de fornecer informações adicionais aos consumidores.

Para se preparar para essas e outras novas profissões, é preciso investir em educação e capacitação contínua, buscando adquirir e atualizar conhecimentos e habilidades em tecnologias emergentes, como inteligência artificial, aprendizado de máquina e automação. Além disso, é importante desenvolver competências comportamentais, como criatividade, pensamento crítico, comunicação, colaboração e adaptabilidade, que são essenciais para lidar com os desafios e as oportunidades da Indústria 4.0.

Cruz destaca que a Adecco oferece soluções de RH que auxiliam os profissionais a se qualificarem e se recolocarem no mercado de trabalho, bem como as empresas a encontrarem os talentos adequados para suas necessidades. "Temos um guia salarial especializado em IT, que traz insights sobre as profissões e os salários mais altos na área de tecnologia, que está diretamente ligada à Indústria 4.0.

Além disso, temos programas de treinamento, recrutamento e gestão de talentos, que visam apoiar o desenvolvimento profissional e a empregabilidade dos candidatos, bem como a competitividade e a inovação das organizações", conclui.

+++Acompanhe as principais informações sobre o mercado de trabalho no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google Newsempregos

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.