Luandre oferece 500 vagas temporárias para a Páscoa

Os cargos que mais ofertam colocações são os de vendedor e gerente de loja. Os vencimentos partem de R$ 1.461 e chegam a R$ 2.273, conforme a função e a localidade.

Douglas Terenciano
Publicado em 02/03/2015, às 10h23

Com a proximidade da Páscoa, que neste ano será comemorada em 5 de abril, empresas do comércio movimentam o mercado de trabalho visando atender a alta demanda do período. Atualmente, a consultoria de recursos humanos Luandre oferece 500 vagas em todo o país para atuar em lojas, pois as fábricas já encerraram as contratações.

Os cargos que mais ofertam colocações são os de vendedor e gerente de loja. Os vencimentos partem de R$ 1.461 e chegam a R$ 2.273, conforme a função e a localidade.

Além do emprego temporário, Luiz Fernando Medina, diretor de operações da Luandre, destaca outra vantagem. “Historicamente, até 40% dos profissionais são efetivados nesse período sazonal. É uma oportunidade para quem deseja se recolocar ou entrar no mercado de trabalho”, avalia.

A boa porcentagem de efetivações se mantém tanto na indústria quanto no comércio. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab), a expectativa é de que mais de 25.000 temporários sejam recrutados no período. “As contratações iniciam-se geralmente em outubro e novembro do ano anterior, mas seguem até março”, explica Luiz Fernando. O diretor comenta que o aumento dos custos de fabricação com a alta da inflação e dos juros poderia afetar o setor. “Entretanto, o crescimento de vagas deve seguir a tendência do ano passado, ou seja, otimista, porém cauteloso”, completa Medina.

O processo seletivo consistirá em análise de currículos, testes específicos e/ou entrevistas junto a gestores responsáveis.

Interessados devem efetuar inscrições no site www.luandre.com.br o quanto antes, já que a rotatividade de vagas é consideravelmente alta. A consultoria não determinou uma data para o término da seleção, deixando a oportunidades em aberto até o preenchimento dos postos.

Comentários

Mais Lidas