MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Maioria dos profissionais já sofreu preconceito no mercado de trabalho devido à idade, diz pesquisa

Pesquisa da Infojobs mostrou que essa prática ainda é vivenciada pela maioria dos profissionais no mercado de trabalho. Gerações mais jovens duvidam do profissionalismo dos mais velhos

Conflito de gerações são comuns no mercado de trabalho, mostra pesquisa
Conflito de gerações são comuns no mercado de trabalho, mostra pesquisa - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 25/02/2023, às 14h55

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Etarismo é o preconceito contra as pessoas devido à sua idade. Os estereótipos de idade são tão comuns que um termo para eles foi criado. O preconceito de idade não é apenas algo que apenas os jovens fazem — é algo que as gerações mais velhas também costumam praticar. E uma pesquisa realizada pela Infojobs mostrou que essa prática ainda é comumente vivenciada pela maioria dos profissionais no mercado de trabalho

Dados coletados de mais de 2.222 profissionais indicaram que cerca de 57% dos entrevistados sofreram alguma forma de discriminação com base na idade. A maioria dos participantes da pesquisa (55%) fazia parte da geração X, 36% pertencia à geração Y e 9% pertencia à geração Z.

A Geração Y — nascida entre 1980 e 1989 — acha-se desvalorizada por ser mais jovem que a Geração Z — nascida entre 1990 e 2010. Mais de 73% dos profissionais entrevistados concordam que são tratados diferentemente devido à idade. Por outro lado, 66% dos profissionais da Geração X (nascidos entre meados dos anos 1960 e 1979) acreditam que as gerações mais jovens duvidam do profissionalismo deles.

+++ Prefeitura de Recife amplia prazo para inscrições de curso gratuito de Tecnologia da Informação; confira

Conflito de gerações são comuns no mercado de trabalho, mostra pesquisa

É comum que as gerações mais velhas entrem em conflito com as mais novas devido a diferentes visões de mundo. O estudo descobriu que 76% das pessoas da geração Y ou Z acreditam que seus colegas X resistem às ideias de colegas de trabalho mais jovens. Mais de 80% dos entrevistados disseram que as diferenças geracionais são comuns no ambiente de trabalho. E mais da metade deles teve que lidar com essas diferenças em seus empregos.

As pessoas mais jovens que vivem com os mais velhos melhoram o desenvolvimento profissional. E 82% dos entrevistados se sentem assim, apesar das divergências. Outros motivos de conflitos são as diferenças de posturas e posições no ambiente de trabalho, 37% dos entrevistados listaram esse motivo como a principal causa de embates. Outras causas incluíam falar de maneira diferente, listada em 17% das vezes como a principal causa de conflito.

Por outro lado, 52% dos funcionários acreditam que os recursos humanos da empresa não devem se concentrar em lidar com conflitos intergeracionais. Mesmo assim, é papel da área de gestão de pessoas a manutenção do clima organizacional em que todos se sintam ouvidos e valorizados.

+++ Acompanhe as principais informações sobre Empregos no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google Newsempregosestágiostrainees

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.