Tudo Sobre

Concurso McDonald’s

McDonald’s planeja gerar 1,5 mil empregos

Estimativa baseia-se no montante de oportunidades criadas em 2009, mas este número de vagas pode ser superado.



Redação
Publicado em 26/02/2010, às 09h44

A Arcos Dourados, franqueada que opera a rede de restaurantes McDonald's na América Latina e uma das maiores empregadoras do Brasil, acaba de divulgar em entrevista exclusiva à reportagem do JC&E seus planos de expansão para 2010.


Por questões estratégicas, a companhia não tem condições de revelar detalhes como o montante que será investido no país, tampouco o número de restaurantes a serem inaugurados e a quantidade de empregos prevista. “Em 2009 abrimos 22 novos restaurantes e geramos cerca de 1.500 empregos. Podemos contar com, no mínimo, o mesmo número de empregos para este ano”, estima o diretor de Recursos Humanos da empresa no Brasil, Luis Bueno.


A rede, segundo o executivo, continuará crescendo em praças onde já atua, mas também dará andamento à série de inaugurações previstas em cidades nas quais ainda não há presença do McDonald’s, como aconteceu recentemente em Porto Velho (RO), capital que não possuía lojas da rede até 2009.


Perfil
– A maioria das vagas criadas anualmente pelo McDonald’s é dirigida ao cargo de atendente, função inicial do plano de carreira traçado pela empresa.


O McDonald’s tem preferência por candidatos dinâmicos e proativos, que possuam muita energia e vontade de aprender e que saibam trabalhar em equipe (ou que tenham disposição para aprender a atuar em grupo). “Temos duas maneiras de se ingressar em nossa estrutura de restaurantes: a primeira é como atendente, que entra sem experiência, com idade a partir de 16 anos e cursando o ensino médio. Com entre seis meses e um ano de empresa ele já pode ser promovido a instrutor, que tem um salário melhor. Na sequência vêm os cargos de coordenador, gerente de plantão e gerente de restaurante”, revela o diretor de RH.


A outra maneira de um profissional ingressar no McDonald’s, segundo Bueno, é candidatando-se diretamente ao cargo de gerente de plantão, o chamado trainee. “A partir daí, rapidamente o profissional pode ser promovido a gerente de restaurante. Mas para este cargo é preciso ter o nível superior completo ou, dependendo do histórico do profissional, a graduação ainda em curso. O importante para nós, neste caso, é ter alguma experiência em gestão de equipes, não necessariamente no varejo, já que será propiciado a este funcionário um treinamento bastante intensivo, uma parte dele realizada no próprio restaurante e outra em nossa Universidade do Hambúrguer (que fica em Barueri, na Grande SP)”, explica o diretor. “Também contratamos jovens com idades a partir dos 14 anos, mas a partir de programa regido por leis federais”, acrescenta.


Atualmente, cerca de 70% dos jovens que chegam ao McDonald’s têm seu primeiro emprego na companhia. “Queremos o funcionário como ele é: não precisa ter experiência, nem falar inglês. É claro que conforme este jovem for subindo na carreira terá a oportunidade e a necessidade de se qualificar, mas a empresa o ajudará neste momento, oferecendo cursos em parceria com o Senac, como o que o forma um técnico de qualidade e serviço, com direito a diploma e formatura”, garante Bueno.


Centro de Recrutamento
– Para facilitar o processo de seleção de seus funcionários, o McDonald’s acaba de inaugurar em São Paulo, na esquina das avenidas Ipiranga e São Luís (centro histórico da cidade), seu primeiro Centro de Recrutamento na América Latina, o segundo da empresa em todo o mundo (o primeiro fica na França), que beneficiará candidatos, oferecendo serviços, orientação e facilidades para quem busca um emprego na companhia.

Praticamente todo o processo de seleção será realizado nas dependências do novo espaço, desde o cadastro de currículos, até entrevistas, dinâmicas de grupo e a entrega de documentos. “Como muitos de nossos candidatos estão em busca de seu primeiro emprego, também prestaremos orientação a quem precisa saber como tirar sua carteira de trabalho”, afirma Bueno.


A empresa levou em conta a facilidade de acesso e a grande oferta de transporte público disponível na região para determinar a localização de seu Centro de Recrutamento.

Vale lembrar que quem está fora da capital paulista ou prefere cadastrar seu currículo via internet poderá continuar a proceder da mesma forma.


Remuneração e benefícios
- A média salarial praticada pelo McDonald’s está ligada à região sindical onde cada funcionário atua. “Na capital paulista, por exemplo, se o funcionário trabalha oito horas (a carga horária é flexível, podendo ser maior ou menor), a média está próxima do salário mínimo vigente”, explica Bueno. A remuneração para quem tem jornada menor, segundo ele, é formada a partir da transformação do salário mínimo em horas e multiplicada pelo número de horas trabalhadas.


Como benefícios, a rede de fast food oferece assistência médica para o funcionário e seus dependentes – que, segundo o executivo de RH, é um diferencial da companhia – assim como assistência odontológica, seguro de vida, alimentação no local (sem descontos em folha), vale-transporte e uniforme desenhado pelo estilista Alexandre Herchcovitch. Além disso, todo restaurante tem uma sala de funcionários com acesso à internet, TV e vídeo, onde eles descansam e fazem suas refeições.


“Também temos programas de incentivos para os atendentes, inclusive competições em nível nacional, com prêmios em dinheiro virtual (McGranas), que podem ser trocados por mercadorias reais, como ‘chapinhas’, por exemplo, as campeãs de preferência de nossas atendentes, segundo nossas estatísticas. Além das McGranas, os funcionários que mais se destacam em nossas competições ganham bolsas de estudo. Em 2009, os 99 melhores atendentes do Brasil foram beneficiados com bolsas para os ensinos médio/técnico, para cursos de idiomas ou mesmo de nível superior, no caso de coordenadores ou gerentes”, relata Bueno.


Serviço
– Quem está na capital paulista e pretende candidatar-se às oportunidades de emprego abertas pelo McDonald’s ao longo do ano pode procurar seu novo Centro de Recrutamento e Seleção, que fica na avenida Ipiranga, 367, na região Central da cidade, e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h e aos sábados, das 9h às 14h. Na ocasião será preciso apresentar, pelo menos, o RG. A Carteira de Trabalho também é necessária, mas quem não a possuir terá tempo para solicitá-la aos órgãos competentes.


Os candidatos de outras localidades poderão continuar a cadastrar-se no portal www.mcdonalds.com.br, clicando nos links “Gente” e “Trabalhe Conosco”.  

Cristiane Navarro Vaz/SP



Veja também:

Telemarketing: Atento reúne mais de 6.400 vagas no Estado/SP

Call center: SPCom recruta 1,5 mil operadores na capital/SP

+ Resumo do Concurso McDonald’s

McDonald’s
Vagas: 1500
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Operacional
Escolaridade: Ensino Médio
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão

+ Agenda do Concurso

26/02/2011 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas