83,5% dos brasileiros mudariam de Estado por trabalho

O levantamento contou com 26.459 respondentes de todo o Brasil. Do total de participantes, 65% estão empregados.

Douglas Terenciano
Publicado em 12/01/2015, às 13h54

A maioria dos profissionais brasileiros aceita mudança de residência, mesmo que para outro Estado, por um emprego melhor, segundo pesquisa da Catho, empresa de recrutamento on-line. 83.5% dos entrevistados disseram não ter problemas e que uma nova boa oportunidade no mercado valeria a troca de endereço.

Desses, 41,6% aceitaria mediante promoção, 36,9% se representasse uma boa oportunidade de desenvolvimento, mesmo que sem a promessa de uma promoção e 5% aceitaria mesmo sem nenhum outro benefício associado, apenas por mudança de cidade ou Estado.

Do total de trabalhadores entrevistados, 16,6% não aceitaria uma mudança de Estado sob nenhuma condição. Segundo assessoria de imprensa da Catho, esse número aumentou consideravelmente no último ano, já que na pesquisa de 2013 o número era de apenas 10,5%.

Outro país

A pesquisa também questionou sobre mudança de país, no entanto, os números são um pouco diferentes. 76% dos participantes aceitariam morar no exterior por uma proposta profissional. Sendo que 34,2% aceitariam se representasse uma boa oportunidade de desenvolvimento, mesmo que sem a promessa de uma promoção, 33,2% aceitariam mediante promoção e 8,5% aceitariam mesmo sem nenhum outro benefício associado.

Veja também: maioria dos brasileiros quer mudar de emprego em 2015

Ainda de acordo com a pesquisa, 24% dos entrevistados não aceitariam mudar de país sob nenhuma condição. Observando o histórico das pesquisas, a tendência de diminuição na intenção de mudança se mantém, já que em 2013, 17,8% não moraria no exterior por questões profissionais.

O levantamento contou com 26.459 respondentes de todo o Brasil. Do total de participantes, 65% estão empregados.

Comentários

Mais Lidas