Tudo Sobre

Empregos Cate 2021

Prefeitura SP abre inscrição para 70 mães no combate à evasão escolar

As inscrições para o programa da Prefeitura SP serão feitas pelo Portal Cate somente no dia 13 de setembro, das 8h às 18h



Douglas Terenciano | douglas@jcconcursos.com.br
Publicado em 06/09/2021, às 09h45 - Atualizado às 10h05

POT Busca Ativa
Divulgação

A Prefeitura de São Paulo abrirá inscrições para selecionar 70 mulheres em vulnerabilidade social para o Programa Operação Trabalho – POT Busca Ativa. A iniciativa, que visa gerar renda para mães de alunos, faz parte das ações que integram o Programa de Combate à Evasão Escolar na Rede Municipal, anunciado na última sexta-feira, 3 de setembro, pelo prefeito Ricardo Nunes.  

De acordo com a Prefeitura de São Paulo, o programa que tem à frente a Secretaria Municipal de Educação, busca consolidar e aperfeiçoar as ações de enfrentamento à evasão escolar na cidade de São Paulo. As atividades contam com parceiros como o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e Instituto Liberta. 

"Estamos desde o início deste ano atuando em conjunto com a Secretaria de Educação a fim de gerar renda e trabalho para as mães de alunos. As mulheres foram severamente afetadas pelas crises econômica e sanitária e é de extrema importância que a esfera pública possa encontrar meios de auxiliar a população mais vulnerável", salienta a secretária de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, Aline Cardoso. "O POT Busca Ativa, juntamente com o POT Volta às Aulas, tem na figura da mãe o elo necessário para ajudar as escolas nos cuidados contra a Covid-19 e na manutenção das crianças e adolescentes no contínuo processo educacional", conclui. 

Para participar do POT Busca Ativa é necessário atender aos critérios do Programa Operação Trabalho como estar desempregada há mais de quatro meses, ter renda familiar de até meio salário mínimo por pessoa da família, morar na capital, não estar recebendo benefícios como o seguro-desemprego, entre outros. As interessadas ainda devem ter entre 18 e 40 anos, possuir escolaridade a partir do ensino médio completo e ser mãe de aluno da rede municipal ou pertencente à comunidade escolar. 

As selecionadas irão atuar como Agentes de Abordagem Social em apoio à equipe técnica da Secretaria de Educação. O trabalho será desenvolvido próximo de suas residências nos territórios das Diretorias Regionais de Educação nos bairros do Butantã, Campo Limpo, Capela do Socorro, Freguesia-Brasilândia, Guaianases, Itaquera, Ipiranga, Jaçanã, São Miguel Paulista, Penha, Pirituba-Jaraguá, Santo Amaro e São Mateus. 

Para a atividade as mulheres contarão com bolsa auxílio de R$ 1.155,30 por 30 horas semanais, 6 horas por dia. Dentre as tarefas estão a verificação de endereços dos responsáveis pelos estudantes não localizados, avaliar as dificuldades que impedem que a criança ou adolescente retome às atividades escolares presenciais, orientar sobre matrícula ou rematrícula, entre outros. A SME vai estruturar um questionário para que as mães apresentem na visita e as famílias respondam. 

As visitas às residências das famílias com crianças e adolescentes em idade escolar serão guiadas pelos dados abastecidos pelas secretarias municipais de Educação, Saúde e Assistência Social, trazendo maior agilidade ao atendimento das necessidades integrais de crianças e adolescentes matriculados nas escolas da rede municipal de São Paulo. 

As beneficiárias passarão por qualificação profissional e devem cumprir carga horária de no mínimo 24 horas mensais a fim de se prepararem para o mercado de trabalho. A permanência no POT Busca Ativa é de três meses, com previsão de início em 20 de setembro. 

As inscrições serão feitas pelo Portal Cate www.cate.prefeitura.sp.gov.br somente no dia 13 de setembro, das 8h às 18h.

Saiba mais sobre o programa Busca Ativa 

Com o objetivo de enfrentar a evasão escolar, o município de São Paulo aderiu, recentemente, ao programa Busca Ativa Escolar, estratégia composta por uma metodologia social e uma ferramenta tecnológica disponibilizadas gratuitamente para estados e municípios com o objetivo de apoiar os governos na identificação, registro, controle e acompanhamento de crianças e adolescentes que estão fora da escola ou em risco de evasão. 

O Programa foi desenvolvido pelo Unicef, em parceria com a Undime  - União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação e com apoio do Congemas  - Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social e do Conasems  - Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde. 

O Busca Ativa Escolar reúne representantes de diferentes áreas, fortalecendo, dessa forma, a rede de proteção. Cada secretaria e profissional de Educação, Saúde e Assistência Social terá um papel específico dentro do programa, que vai desde a identificação de uma criança ou adolescente fora da escola ou em risco de abandono, até a tomada das providências necessárias para seu atendimento nos diversos serviços públicos e da rede protetiva. 

Na prática, será possível encaminhar um estudante para o atendimento psicológico, por exemplo, ou a serviços ligados à assistência social, de forma mais rápida, para garantir que ele não perca ou retome o vínculo com a escola e siga aprendendo. A plataforma também possui tecnologia e funcionalidade para alertas que possibilitem intervenções pontuais nos casos de faltas consecutivas ou outros itens que apontem para os riscos de abandono ou evasão escolar. 

Combate à violência sexual 

Outro parceiro no Programa de Combate à Evasão Escolar na Rede Municipal é o Instituto Liberta, que mantém acordo de cooperação com a SME para compartilhar conhecimentos e planejar ações de conscientização sobre a violência sexual contra crianças e adolescentes, um dos motivos que provocam a evasão escolar. 

A parceria prevê formações de profissionais da Educação e a distribuição de materiais de campanhas contra a violência sexual de crianças e adolescentes para as escolas da rede municipal de ensino.

+ Resumo Empregos Cate 2021

Cate - Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo
Vagas: 700
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Analista, Assistente, Vendedor, Porteiro
Áreas de Atuação: Administrativa, Saúde, Educação, Operacional
Escolaridade: Ensino Fundamental, Ensino Médio, Ensino Técnico, Ensino Superior
Faixa de salário:
Organizadora: Prefeitura de São Paulo
Estados com Vagas: SP
Cidades: São Paulo - SP

+ Agenda

01/01/2021 Abertura das inscrições Adicionar no Google Agenda
31/12/2021 Encerramento das inscrições Adicionar no Google Agenda
empregosvagas de emprego

Comentários

Mais Lidas