Projeto RH recruta estagiários em São Paulo

Vagas são para atuação em empresa de grande porte na zona oeste e centro da capital paulista

Renan Abbade
Publicado em 09/09/2014, às 10h50

A Projeto RH, empresa que fornece serviços de psicologia, como atração e seleção, treinamento, avaliação psicológica e coaching, abriu seleção para estagiários na capital paulista.

São seis oportunidades para uma instituição financeira nacional de grande porte, para atuação na zona oeste e centro da cidade de São Paulo.

Os interessados em participar do processo seletivo devem cadastrar currículo no site www.projetorh.com.br, especificando interesse pela vaga.

Todos os selecionados farão acompanhamento das atividades dos funcionários da agência, atendimento aos clientes e abordagem para pré-venda de consignados e demais produtos.

Para participar, os candidatos deverão ter disponibilidade para estagiar das 10h às 16h, de segunda a sexta-feira. Também é preciso estar com curso superior em andamento nas áreas de administração, economia, ciências contábeis, marketing, publicidade e propaganda, comunicação social, ciências da computação ou relações públicas, com conclusão prevista para o período entre dezembro de 2015 e julho de 2017.

A seleção incluirá análise curricular, aplicação de testes gerais e específicos, entrevistas com consultoras da Projeto RH e entrevista final com gestores da instituição financeira.

Os benefícios oferecidos pela empresa contratante são assistência médica, vale-refeição, vale-transporte, férias de 30 dias e seguro de vida.

Sobre a Projeto RH
É uma empresa especializada em processos seletivos e avaliações psicológicas, além de ações para desenvolvimento de carreira. Iniciativa da consultora Eliane Figueiredo, foi fundada em 1994 e conta com uma equipe de 27 profissionais em São Paulo e no Rio de Janeiro que atuam em serviços de psicologia como atração e seleção, treinamento, avaliação psicológica e coaching. Está presente em 20 Estados brasileiros e possui um banco de talentos com mais de 200 mil profissionais cadastrados.

Comentários

Mais Lidas