MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Transfero abre vagas para trabalhar no mercado de criptoativos

A Transfero está com uma série de vagas abertas para atuar no mercado de criptoativos. Os requisitos exigidos variam de acordo com o cargo pretendido

Douglas Terenciano | douglas@jcconcursos.com.br
Publicado em 09/03/2022, às 11h15 - Atualizado às 11h24

Vagas no mercado de criptoativos
Vagas no mercado de criptoativos - Divulgação
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

A Transfero, empresa internacional de soluções financeiras baseadas em tecnologia Blockchain, com sede no Crypto Valley, Suíça, e presença no Brasil, está com uma série de vagas abertas para atuar no mercado de criptoativos. Os requisitos exigidos variam de acordo com o cargo pretendido.

Entre os cargos a serem preenchidos, para atuar no escritório da empresa no Rio de Janeiro, estão: Project Manager, Associate Project Manager, Analista Comercial Sênior, Analista de Relacionamento Júnior, Analista de Relacionamento Prime, Analista Comercial Junior, Backoffice Analyst Junior, Backoffice Operations Analyst, Analista de Qualidade Senior, Risk Analyst, Head of Distribution, Python Developer, UI/UX Designer e Senior Software Engineer / Developer.

Além disso, a empresa também abriu duas vagas para o seu escritório da Suíça. São elas: Customer Service Assistant e Administrative Assistant. Os interessados podem se candidatar no Linkedin do grupo ou na área de carreira do site: https://transfero.com.

Entre os benefícios, a Transfero oferece um cartão flex que pode ser usado como vale refeição, alimentação, transporte, cultura, educação e saúde. O benefício também oferece parcerias com academias e serviços de apoio à saúde física e mental. Além disso, a empresa possui uma política de bônus trimestral e oferece salários compatíveis com o mercado, variando de acordo com as competências.

Dicas para entrevista de emprego

O desafio de superar os demais concorrentes durante uma entrevista de emprego fica cada vez mais acirrado. Quem está fora do mercado de trabalho por um longo período tende a sentir ainda mais esse peso, já que é comum afetar a autoestima e a confiança desses profissionais.

Normalmente, a insegurança diante dos questionamentos de um recrutador é grande, especialmente na hora de explicar os motivos de estar tanto tempo fora do mercado. Ter uma postura otimista e transparência a respeito das dificuldades de recolocação pode ajudar a conquistar o novo posto, mas também é fundamental deixar claro que os meses parados não foram desperdiçados. Ao contrário, o tempo foi usado para se reciclar, fazer cursos, aprender e voltar ao trabalho ainda mais preparado do que antes. É essencial que o candidato não deixe o desânimo, o medo e a insegurança predominar, pois pode afetar seu desempenho durante a entrevista ou dinâmica de grupo.

O trabalhador deve ser transparente e franco com relação ao momento vivido, mas, ao mesmo tempo, mostrar-se confiante e seguro de que está pronto para dar o melhor de si na nova oportunidade.

A instabilidade econômica do país faz com que muitas empresas cortem custos e, com isso, bons profissionais perdem seus postos. É importante analisar o campo de atuação em que busca uma vaga para observar as possibilidades. Lembre-se: cada setor/área tem uma característica, com maior ou menor velocidade de recolocação, mesmo nos tempos de crise.

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesempregosvagas de emprego

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.