Tudo Sobre

Concurso Profissões e Cursos

Engenharia Civil

Mãos a obra, companheiro



Redação
Publicado em 27/09/2007, às 15h48

Profissional atua em construtoras, incorporadoras, empresas de serviços, na execução e controle, fabricantes de materiais para a construção civil, setor de energia, de transformação. Curso tem duração mínima de 10 semestre

Engenheiros Civis atuam nas áreas de construção, estruturas, geotecnia, hidráulica e saneamento e transportes. É o responsável por projetar, fiscalizar e supervisionar construções diversas (pontes, elevados, túneis, viadutos, edifícios, estações de tratamento de água e esgoto, barragens, rodovias, ferrovias etc.). Por meio de cálculos e desenhos, estes profissionais transformam materiais brutos, como aço, ferro, pedra, madeira, entre outros, em estruturas úteis para o homem.

“O Engenheiro Civil tem competência para executar, fiscalizar e implantar obras civis; projetar, executar e operar sistemas de transporte; atuar na área de hidrotecnia e gerenciar empresas e empreendimentos de construção civil”, afirma Levy von Sohsten Rezende, coordenador do curso de Engenharia Civil da Uninove.

Para o educador, o Engenheiro Civil pode atuar em empresas públicas e privadas de toda a cadeia produtiva da construção civil. “Pode trabalhar em construtoras, incorporadoras, empresas de serviços, na execução e controle, fabricantes de materiais para a construção civil, setor de energia, de transformação (minerais metálicos e não metálicos, madeira etc.)”, informa Rezende.

Curso

Segundo o coordenador da Uninove, todo engenheiro recebe uma formação comum, concentrada nas chamadas Ciências Exatas, especificamente nas áreas de física, cálculo matemático, química e ciências dos materiais. “Partindo desses conhecimentos, o estudante dessa área está apto a cursar as disciplinas de caráter tecnológico ou profissionalizante que compõem a modalidade de engenharia escolhida”.

Rezende explica que o curso de Engenharia Civil é composto por um núcleo de disciplinas comuns a todas as modalidades de Engenharia. “Na fase profissionalizante, complementa-se com disciplinas que podem ser agrupadas em áreas como práticas de construção civil, dimensionamento de estruturas, fundações e obras de terra, hidráulica das construções e sistemas de transportes. O curso tem duração mínima de 10 semestre (cinco anos) e o aluno realiza estágio supervisionado obrigatório nos dois últimos semestres do curso”, aponta o coordenador da Uninove, que destaca: “embora seja muito difícil estabelecer padrões, julgo que o aluno que pretende seguir essa carreira deve possuir um bom raciocínio lógico, visão espacial, gostar de ciências, especificamente Física, Matemática e Química”.

Para exercer a profissão, além da formação em Engenharia Civil, é preciso obter o registro no CREA (Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura). Facilidade para cálculos, conhecimentos em inglês e computação completam o perfil ideal.

Onde estudar

Há bons cursos de Engenharia Civil em diversas universidades públicas brasileiras, com destaque para a USP (www.poli.usp.br / www.eesc.usp.br), Unicamp (www.fec.unicamp.br), Unesp de Bauru (www.feb.unesp.br) etc. No ensino particular, além da própria Uninove (www.uninove.br), oferecem a modalidade FEI (www.fei.edu.br), Mauá (www.maua.br), Mackenzie (www.mackenzie.br), UNIP (www.unip.br), FAAP (www.faap.br), Universidade São Judas Tadeu (www.usjt.br), entre outras.

Mercado

Para o coordenador da Uninove, são boas as possibilidades de carreira para Engenheiros Civis. “O leque de opções para a atuação profissional é muito grande devido ao caráter generalista do curso. Além disso, o nível de atividade do setor da construção civil é um indicador de desenvolvimento de um país. Sendo assim, temos um mercado bastante elástico e atrativo, ou seja, com possibilidades de crescimento continuado. Devido ao elevado déficit de moradias no Brasil, a área de construção oferece muitas oportunidades ao profissional em início de carreira”, analisa Rezende.

“O estágio extracurricular é a porta de entrada para o setor formal da construção civil. Já a carreira como profissional liberal exige capital e experiência consolidada. É comum alunos do início do curso conseguirem contratos de estágios”, ressalta o educador.

Remuneração

A exemplo de outras carreiras, a remuneração para Engenheiros Civis é bem variada. “Tradicionalmente, o ganho desse profissional é indexado em 10 salários mínimos. Profissionais experientes podem, ao longo da carreira, dobrar ou triplicar esse valor”, afirma Rezende.

Sites indicados

Tanto estudantes quanto profissionais da área contam com boas opções de sites na Internet onde poderão atualizar-se sobre o assunto. Veja alguns deles, indicados pelo coordenador da Uninove:

www.creasp.org.br

www.abcp.org.br

www.ie.org.br

www.ipt.org.br

www.sindusconsp.com.br

Rogerio Jovaneli/SP

+ Resumo do Concurso Profissões e Cursos

Profissões e Cursos
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Não definido
Escolaridade: Ensino Fundamental, Ensino Médio
Faixa de salário:
Organizadora: www.saber.srv.br

+ Agenda do Concurso

26/09/2008 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas