MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | saúde | Sociedade | youtube jc

Brasil deve receber antiviral para tratar varíola do macaco; conheça o medicamento

O comunicado foi feito pelo ministro da saúde, Marcelo Queiroga, nesta segunda-feira (1º). Não se sabe quando o remédio para varíola do macaco chega ao país. Entenda

Glícia Lopes

Glícia Lopes

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 02/08/2022, às 14h22

Cápsulas de remédio em fundo azul
Cápsulas de remédio em fundo azul - Freepik/Jc Concursos
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

O ministro da saúde, Marcelo Queiroga, publicou em sua página do Twitter que o antiviral tecovirimat deve chegar ao Brasil. Segundo ele, a medida tem como objetivo reforçar o enfrentamento ao surto de Monkeypox no Brasil, vírus responsável pela varíola do macaco. Veja o que ele disse:

O Brasil já confirmou mais de 1.300 ocorrências de varíola do macaco. O país foi o primeiro a registrar um óbito pela doença, fora do continente africano, região onde a varíola do macaco é mais comum. Essa doença é considerada mais leve do que a varíola, mas é capaz de desenvolver casos graves em pessoas com imunidade comprometida, como pacientes com HIV, transplantados e com câncer, por exemplo.

A transmissão da varíola do macaco se dá por meio do contato com fluidos respiratórios de pessoas infectadas, além do contato com secreções da pele e mucosas. Roupas de cama e banho contaminadas também podem propagar a doença. A prevenção da contaminação por varíola dos macacos inclui uso de máscara facial, distanciamento social e uso de álcool gel nas mãos.

+++ Morte anunciada: doença da raiva mata em quase 100% dos casos. Saiba como identificar

Como funciona o tecovirimat

Em 2018, a FDA (Food and Drug Administration), agência reguladora da saúde nos EUA, liberou o uso do tecovirimat (encontrado também com o nome TPOXX) no tratamento da varíola comum, mas não para a monkeypox. Por lá, o remédio antiviral é utilizado de forma compassiva para a varíola do macaco, que é quando o medicamento não tem um registro definitivo para determinada doença, mas é liberado para uso pela agência reguladora da saúde no país.

Os medicamentos antivirais são utilizados na fase precoce da infecção, por ser nesse período em que a carga viral no organismo infectado está maior. Os antivirais agem reduzindo a ação dos vírus no organismo, por meio de um enfraquecimento da multiplicação viral ou pelo bloqueio da invasão do vírus nas células do corpo. Assim, eles agem impedindo o desenvolvimento da doença e o agravamento dos casos.

Os estudos realizados a respeito da eficácia do tecovirimat para a varíola dos macacos tiveram animais como experimentados, e demonstrou a diminuição de risco de morte desses animais pelo orthopoxvírus, como o da varíola dos macacos. Alguns testes realizados em humanos, com resultados publicados na revista científica The Lancet Infectious Disease, apontaram uma diminuição do tempo da doença no indivíduo, além da redução da disseminação do vírus pelos infectados.

*com informações do CNN e Agência Brasil

+++ Acompanhe as principais informações sobre Saúde no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaques
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.