Tudo Sobre

Concurso No exterior

Inscrições abertas para bolsas de estudo no Japão

Ótima oportunidade para interessados em conhecer a fundo o ensino e a cultura orientais. Isto porque o Ministé



Redação
Publicado em 31/01/2007, às 11h13

Ótima oportunidade para interessados em conhecer a fundo o ensino e a cultura orientais. Isto porque o Ministério da Educação, Cultura, Esportes, Ciência e Tecnologia (Monbukagakusho) do Japão realizará processo seletivo para concessão de bolsas de estudo a universitários brasileiros do curso de Letras/Japonês e também a professores (profissionais de ensino dos níveis fundamental e médio), interessados em aprofundar seus estudos na "Terra do Sol Nascente".

UNIVERSITÁRIOS

As bolsas de estudo oferecidas para estudantes universitários brasileiros têm duração de um ano (sem possibilidade de prorrogação). O valor do benefício, estipulado pelo Governo Japonês para os candidatos aprovados no processo seletivo, é de 134 mil ienes mensais (cerca de R$ 2,3 mil), além das passagens aéreas de ida e volta. Para manter a bolsa, os alunos deverão apresentar boas notas e freqüência durante os cursos, cujo conteúdo variará de acordo com cada universidade conveniada. De uma maneira geral, as instituições japonesas dispõem de dois tipos de cursos:

  1. curso destinado ao desenvolvimento da língua japonesa, com suplementos sobre a vida e a cultura daquele País;

  2. curso cujo enfoque principal é a vida e a cultura japonesas, mas que desenvolve a língua japonesa de uma forma suplementar.

Para candidatar-se às bolsas de estudo, oferecidas a universitários brasileiros, é necessário preencher os seguintes requisitos:

* ser brasileiro (excluem-se brasileiros com dupla nacionalidade);

* ser estudante universitário do curso de Letras/Japonês ou de outros cursos que comprovem, no Histórico Escolar, créditos em Língua, Literatura ou Cultura Japonesa;

* ter entre 18 e 29 anos em 01/04/2007 (nascidos entre 02/04/77 e 01/04/89);

* possuir bons conhecimentos da Língua Japonesa;

* ter disponibilidade para embarque entre setembro e outubro deste ano;

* residir em São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul ou Região do Triângulo Mineiro.

Neste processo seletivo é vetada a participação de militares em serviço ativo e de estudantes que já tenham sido beneficiados com bolsas de estudo do Governo Japonês.

EDUCADORES

O Governo do Japão também quer contribuir diretamente para o aperfeiçoamento de educadores brasileiros dos níveis fundamental e médio, por isso irá conceder bolsas de estudo para treinamento desses profissionais. Os cursos serão ministrados em universidades japonesas, entre os meses de outubro deste ano e março de 2009.

O valor do benefício oferecido, neste caso, é de 172.000 ienes mensais (aproximadamente R$ 3 mil), além passagens aéreas de ida e volta, conforme ocorre, também, com as bolsas destinadas aos estudantes universitários.

Os cursos disponibilizados para educadores brasileiros abrangem, basicamente, áreas como Administração Escolar (exemplo: Administração e Finanças Escolares, Administração de Escolas); Método Educacional (ex.: Processo de Ensino, Desenvolvimento Curricular, Avaliação Educacional); Estudo de Matérias Específicas (ex.: Matemática, Física, Química, Educação Física); e Atividades Práticas (ex.: Inspeção de Aulas, Participação das Atividades Extra-Curriculares Especiais, Visita aos Centros de Pesquisas Educacionais).

Cabe ressaltar que, durante os seis primeiros meses, serão ministradas aulas de língua japonesa para os bolsistas que não tiverem o domínio suficiente da língua.

Para concorrer às bolsas de aperfeiçoamento o educador interessado deverá atender às seguintes exigências:

* ser brasileiro (excluem-se aqueles que têm dupla nacionalidade);

* ter até 34 anos em 01/04/2007 (nascidos após 02/04/1972);

* possuir nível universitário ou magistério;

* ter experiência de, pelo menos, cinco anos como professor dos níveis fundamental ou médio (redes Estadual, Municipal ou Particular) ou ser orientador pedagógico, assistente educacional, diretor, entre outras funções;

* estar exercendo a função atualmente;

* possuir fluência em inglês ou japonês;

* ter disponibilidade para embarque na primeira semana de outubro deste ano.

Da mesma forma como na seleção dos universitários, nesta o educador que quiser se candidatar às bolsas deve residir em São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul ou Região do Triângulo Mineiro. Além disso, é vetada a participação de militares na ativa.

INSCRIÇÕES

Os interessados em concorrer às bolsas do Governo Japonês devem inscrever-se, até o dia 14 de fevereiro, de segunda a sexta-feira, das 9 às 11h30 ou das 14 às 17 horas, no Departamento Cultural do Consulado Geral do Japão (Av. Paulista, 854 – 1º andar - São Paulo/SP).

Candidatos que não residam na Capital paulista poderão inscrever-se, via Correios. Neste caso, as inscrições poderão ser realizadas somente até o dia 30 de janeiro.

INFORMAÇÕES

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 3254-0100 ou no site www.sp.br.emb-japan.go.jp. Os candidatos interessados em conhecer melhor as universidades japonesas podem acessar os seguintes endereços eletrônicos: www.jasso.go.jp (Japan Student Services Organization),

www.between.ne.jp/sij(Studying in Japan) e www.studyjapan.go.jp (Study in Japan: Comprehensive Guide). Neste último é possível obter dicas de estadia no País, depoimentos de antigos bolsistas e relação de associações mundiais de ex-bolsistas.

(R.J.)

+ Resumo do Concurso No exterior

No exterior
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Educação
Escolaridade: Ensino Superior
Faixa de salário:
Estados com Vagas: AC, AL, AM, AP, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RO, RR, RS, SC, SE, SP, TO

+ Agenda do Concurso

31/01/2008 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas