Tudo Sobre

Empregos OAB

Segundo OAB, decisão final é sempre dos examinadores

Presidente nacional da OAB assegura a autonomia didática para os professores e examinadores que compõem as bancas da Ordem e da FGV



Sabrina Machado
Publicado em 06/08/2013, às 15h50

Na última semana, o presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Marcus Vinicius Furtado, assegurou a autonomia didática para os professores e examinadores que compõem as bancas da OAB e da Fundação Getúlio Vargas (FGV), que realizam o Exame de Ordem Unificado em todo o país.
“O professor é quem possui a competência para avaliar o conhecimento dos candidatos e definir quem são os aprovados. Essa é uma decisão pedagógica e eminentemente técnica, não uma deliberação política”, declarou Marcus Vinicius Furtado.
Ainda segundo o presidente da Ordem, conforme o provimento que disciplina o Exame de Ordem, a decisão das bancas pedagógicas possui caráter terminativo, ou seja, os dirigentes da OAB até podem possuir opiniões pessoais sobre as questões do Exame, mas a decisão final há de ser, sempre, dos professores e examinadores.
Ele também ressaltou que as diretrizes do Exame de Ordem são transmitidas pela entidade, mas a realização e correção das provas das etapas do Exame é atividade autônoma da banca examinadora. “A última palavra em avaliação deve ser sempre do professor, não do dirigente da instituição”, finalizou.
Com informações da OAB

+ Resumo Empregos OAB

OAB - Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Judiciária / Jurídica
Escolaridade: Não definido
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão
Estados com Vagas: AC, AL, AM, AP, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RO, RR, RS, SC, SE, SP, TO

+ Agenda

06/08/2014 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas