MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Alimentos industrializados vão ficar mais caro com impostos da reforma tributária?

A acessibilidade desses alimentos, muitas vezes, é mais barato do que os produtos naturais. Aumento de impostos sobre produtos açucarados já foi implementado no Chile

Aumentar os impostos sobre produtos açucarados já foi implementado com sucesso em países como Chile
Aumentar os impostos sobre produtos açucarados já foi implementado com sucesso em países como Chile - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 19/09/2023, às 20h07 - Atualizado às 20h11

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A presença cada vez mais comum de alimentos industrializados nas casas de pessoas ao redor do mundo tornou-se inegável. Seja pela praticidade ou pelo sabor incontestável, esses produtos em potes e pacotes se tornaram itens fixos nas listas de compras de inúmeras famílias.

Além disso, a acessibilidade desses alimentos, muitas vezes mais baratos do que os produtos naturais, fez com que sua compra se tornasse uma armadilha para os consumidores. No entanto, à medida que avançamos nos estudos sobre o consumo de alimentos industrializados, torna-se cada vez mais evidente que uma dieta baseada nesses produtos empacotados pode levar a consequências devastadoras para a saúde dos consumidores.

O alto teor de sódio, gordura e açúcar nesses alimentos está diretamente relacionado a problemas cardíacos, diabete, obesidade e outras doenças crônicas. Em um esforço para reduzir o consumo desses produtos prejudiciais à saúde, novas regulamentações relacionadas às embalagens estão sendo implementadas.

O objetivo é conscientizar os consumidores sobre os altos níveis de componentes prejudiciais presentes nesses produtos. No entanto, visto que essas medidas não foram suficientes para diminuir o consumo, diversos países, incluindo o Brasil, estão explorando abordagens mais drásticas.

+++ Inflação em queda: itens essenciais nas listas de compras estão mais baratos em São Paulo

Aumentar os impostos sobre produtos açucarados já foi implementado com sucesso em países como Chile

Pesquisas realizadas no Brasil revelaram que cerca de 10,5% das mortes prematuras ocorridas em 2019 no país foram atribuídas ao consumo descontrolado de alimentos industrializados. Além disso, estudos mais recentes indicam que esses produtos também aumentam o risco de declínio cognitivo entre os consumidores.

Diante da dificuldade em alterar os padrões alimentares da população, alguns países estão adotando a estratégia de taxar produtos industrializados. A ideia por trás disso é que, ao elevar os preços desses produtos, os consumidores serão desencorajados a comprá-los. Aumentar os impostos sobre produtos açucarados, por exemplo, já foi implementado com sucesso em países como Chile, México e em mais de 80 outras nações.

No Reino Unido, um imposto sobre bebidas açucaradas foi introduzido em 2018. Como resultado, foi registrada uma redução de 8% na taxa de obesidade infantil nos primeiros 19 meses após a implementação da taxa. No Brasil, a ideia de taxação de alimentos industrializados está ganhando força como parte da Reforma Tributária.

"É necessário tributar os produtos nocivos e subsidiar alimentos minimamente processados para a população mais vulnerável", afirmou o pesquisador Eduardo Nilson, da USP.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.