MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Anvisa aprova mudanças na rotulagem de medicamentos. Veja o que muda

Anvisa enfatiza que essas medidas visam garantir a segurança dos pacientes, evitando confusões e erros no uso dos medicamentos. Entenda as mudanças

Anvisa enfatiza que essas medidas visam garantir a segurança dos pacientes
Anvisa enfatiza que essas medidas visam garantir a segurança dos pacientes - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 04/08/2023, às 16h45

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A diretoria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou importantes mudanças na rotulagem de medicamentos para tornar as informações mais claras e acessíveis ao consumidor, garantindo a segurança no uso dos remédios.

Uma das principais alterações diz respeito aos medicamentos isentos de prescrição médica. A classe terapêutica e a indicação serão destacadas na parte da frente das embalagens, facilitando a visualização pelo consumidor.

Além disso, a quantidade total do medicamento também será disposta na face frontal da embalagem, o que permitirá que o cidadão faça uma comparação de preços mais fácil, sem prejudicar a compreensão das informações relacionadas ao uso correto e seguro do medicamento.

+++ Substância usada em adoçantes pode ser cancerígena. Veja os limites de uso

Anvisa enfatiza que essas medidas visam garantir a segurança dos pacientes

Outra mudança significativa é a obrigatoriedade do uso da técnica Tall Man Lettering (TML) nos rótulos de medicamentos restritos ao uso em hospitais, clínicas, ambulatórios, serviços de atenção domiciliar e outras unidades de saúde. Essa técnica consiste em escrever parte do nome do medicamento em letras maiúsculas, o que ajuda a minimizar erros de medicação decorrentes de trocas acidentais entre princípios ativos com fonética ou ortografia semelhantes.

A Anvisa enfatiza que essas medidas visam garantir a segurança dos pacientes, evitando confusões e erros no uso dos medicamentos. A clareza nas informações é fundamental para o consumidor saber exatamente para qual finalidade o medicamento é indicado e a dosagem correta a ser utilizada.

Outra mudança importante diz respeito aos medicamentos vendidos ao governo federal. Serão retiradas as frases que utilizam os termos "venda sob prescrição", que serão substituídas por "Uso sob prescrição" e "Uso sob prescrição e retenção de receita".

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.