MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Anvisa revoga medidas e libera fabricação de produtos da Fugini

Anvisa revoga medidas preventivas e libera fabricação de produtos da Fugini após falhas de higiene. Fugini tem enfrentado diversas denúncias de consumidores

Fugini tem enfrentado diversas denúncias de consumidores
Fugini tem enfrentado diversas denúncias de consumidores - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 07/06/2023, às 22h07

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciou a revogação das medidas preventivas de fiscalização sanitária aplicadas à empresa Fugini, que teve sua produção suspensa em 27 de março após a constatação de falhas graves relacionadas às boas práticas de fabricação, especialmente no que diz respeito à higiene.

Com a revogação, a empresa está autorizada a retomar a fabricação de todos os seus produtos. Além disso, a Fugini recebeu permissão para comercializar, distribuir e utilizar os produtos já prontos em estoque, desde que tenham sido fabricados antes do dia 27 de março.

A decisão foi tomada com base na análise dos registros de controle de qualidade da empresa, que não apresentaram resultados insatisfatórios que pudessem representar riscos à saúde dos consumidores. A sede da Fugini está localizada em Monte Alto, no estado de São Paulo.

+++ Veja quem poderá ter acesso gratuito aos medicamentos da Farmácia Popular

Fugini tem enfrentado diversas denúncias de consumidores

Nos últimos meses, a marca Fugini tem enfrentado diversas denúncias de consumidores em relação à qualidade de seus produtos, incluindo a presença de fungos e ovos de parasitas em alguns deles. Recentemente, a Polícia Civil do Rio Grande do Sul indiciou dois sócios e um funcionário da empresa por crime contra a relação de consumo, devido aos problemas identificados.

Em 30 de março, a Anvisa determinou o recolhimento de lotes de maionese da marca Fugini, pertencente ao grupo Fugita, que estavam sendo comercializados com matéria-prima vencida. Todos os produtos recolhidos são provenientes da fábrica em Monte Alto, São Paulo.

A Anvisa reforçou que alimentos vencidos e suas matérias-primas são considerados impróprios para consumo, conforme o Código de Defesa do Consumidor, e a comercialização ou exposição desses produtos configura uma infração sanitária. O recolhimento planeja retirar do mercado itens que representem riscos à saúde dos consumidores.

A empresa admitiu ter posteriormente utilizado corante vencido na produção de um lote de maionese, mas ressaltou que a quantidade da substância inadequada para consumo é pequena. A Anvisa continua acompanhando o processo de recolhimento dos produtos, que está sendo conduzido pela própria empresa.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.