MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Apagão de Luz teve origem na Eletrobras. Entenda

O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, revelou que o apagão elétrico que afetou o Brasil teve origem em uma falha em uma linha de transmissão operada pela Chesf, subsidiária da Eletrobras

Apagão de Luz teve origem na Eletrobras. Entenda
Freepik
Victor Meira

Victor Meira

victor@jcconcursos.com.br

Publicado em 17/08/2023, às 14h58

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O país ainda se recupera dos impactos do recente apagão elétrico que deixou quase todo o Brasil às escuras. O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, informou que o incidente teve como ponto de partida a falha em uma linha de transmissão operada pela Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), uma subsidiária da Eletrobras. Essa linha de transmissão está localizada no estado do Ceará e é conhecida como Quixadá-Fortaleza.

Segundo o ministro, esse evento inicial, chamado de "evento zero", não teria sido suficiente, por si só, para causar o apagão generalizado. Inicialmente considerado de pequena magnitude, esse evento desencadeou uma série de outras falhas nos sistemas, levando ao apagão que afetou milhões de pessoas. Alexandre Silveira enfatizou que o sistema elétrico não se protegeu como deveria após esse evento, o que resultou nas subsequentes interrupções.

+7 imóveis da União serão transformados em Moradia Popular; confirma Ester Dweck

A Chesf já admitiu o erro de sistema que ocorreu nessa linha de transmissão e fez contato com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) para relatar o ocorrido. No entanto, ainda não está claro se a falha foi causada por erro humano ou sistêmico. Alexandre Silveira esclareceu que uma investigação está em andamento para apurar todas as circunstâncias que levaram ao apagão e determinar as responsabilidades.

Diante da gravidade do ocorrido, a Polícia Federal abriu um inquérito para investigar o caso. Alexandre Silveira destacou que todas as hipóteses estão sendo consideradas e que o esforço é para esclarecer o que realmente aconteceu e evitar futuras ocorrências semelhantes.

+Bloqueado por Tarcísio, justiça determina uso de material didático do MEC em SP

O apagão gerou grande repercussão, levando à aprovação de convites ao ministro Alexandre Silveira para prestar esclarecimentos em duas comissões da Câmara dos Deputados: a de Minas e Energia e a de Fiscalização Financeira e Controle. Embora os convites tenham sido aprovados, Silveira não foi convocado a comparecer, mas afirmou que o diálogo com o Congresso é fundamental para lidar com a situação e garantir a estabilidade do sistema elétrico.

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.