MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Arthur do Val: deputado decide renunciar após escândalo com áudios; saiba mais

Por não concordar com a condução do processo de cassação, o deputado estadual por SP, Arthur do Val, o “Mamãe Falei”, resolveu renunciar hoje (20); veja

Jean Albuquerque | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 20/04/2022, às 14h34

Arthur do Val: deputado decide renunciar após escândalo com áudios
Arthur do Val: deputado decide renunciar após escândalo com áudios - Reprodução Youtube
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

O deputado Arthur do Val (União Brasil), conhecido como “Mamãe Falei”, decidiu renunciar ao mandato de deputado estadual, nesta quarta-feira (20) após ser alvo de cassação na Assembléia Legislativa de São Paulo depois de ter áudios sexistas sobre mulheres ucranianas vazados. 

Mesmo decidindo pela renúncia, o processo de cassação segue na Alesp e pode torná-lo inelegível por oito anos. O parlamentar responde por decoro parlamentar por conta de declarações polêmicas. 

A avaliação de Arthur do Val e seus aliados é de que a renúncia servirá como um símbolo de divergência em meio ao encaminhamento do processo dado pelos deputados. 

Alesp aprovou pedido de cassação de Arthur do Val; Entenda  

O Conselho de Ética da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) decidiu acatar por unanimidade, no último dia 12 de abril, o relatório que pede a cassação do deputado estadual Arthur do Val (União Brasil).

O pedido de cassação foi recebido pela Alesp, no último dia 07 de março, por causa dos áudios machistas vazados do parlamentar em que depreciava as refugiadas ucranianas por conta de sua condição. 

Após a aprovação, o parecer segue para o plenário, sendo necessário que 48 dos 94 parlamentares votem pela perda de mandato. Caso seja decidido pela cassação, o deputado fica impedido de se candidatar a cargos públicos nos próximos oito anos.

A votação seguiu à época, em regime de urgência pelo Conselho, a quebra de decoro parlamentar teve sustentação do relator, o deputado Delegado Olim (PP), que levou em consideração três denúncias: captação irregular de recursos para uma entidade civil, confecção de coquetéis molotov e o envio de áudios depreciativos às mulheres ucranianas. 

Pedido de cassação foi recebido após declarações machistas 

Declarações feitas pelo deputado estadual Arthur do Val (União Brasil), gerou repúdio entre internautas e a classe política brasileira no início de março. Arthur realizou uma viagem até o país do Leste Europeu para acompanhar de perto a Guerra na Ucrânia, no sentido de contribuir com o conflito contra o exército russo e ajudar na produção de coquetéis molotov. 

Enquanto estava na Ucrânia, o deputado enviou áudios em grupos de Whatsapp, com teor sexista sobre as mulheres ucranianas. Ao afirmar que pretende voltar ao Leste Europeu porque as mulheres são “fáceis” por serem pobres. 

“Assim que essa guerra passar eu vou voltar pra cá. E detalhe, elas olham. E são fáceis, porque elas são pobres. E aqui minha carta do Instagram, cheio de inscritos, funciona demais. Não peguei ninguém, a gente não tinha tempo, mas colei em dois grupos de minas e é inacreditável a facilidade”, disse Arthur do Val em áudio vazado.

Notícia útil para o seu estado. Você também pode conferir outras notícias de São Paulo/SP aqui

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.