MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | saúde | Sociedade | youtube jc

Auxílio Brasil: saiba como receber acima do valor mínimo pago pelo programa

Além da quantia base, que vai subir para R$ 600,00 em agosto, o Auxílio Brasil fornece outros benefícios de até R$ 2,2 mil, caso a família atenda algumas condições específicas. Confira

MYLENA LIRA | REDACAO@JCCONCURSOS.COM.BR
Publicado em 27/07/2022, às 15h56

Celular com aplicativo do Auxílio Brasil e notas de cinquenta e cem reais ao fundo
Celular com aplicativo do Auxílio Brasil e notas de cinquenta e cem reais ao fundo - Divulgação
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

Atualmente, o Auxílio Brasil paga a quantia mensal mínima de R$ 400,00 para os beneficiários do programa, que entrou no lugar do antigo Bolsa Família. A partir de agosto, até dezembro, o valor base será de R$ 600,00. O acréscimo de R$ 200,00 por cinco meses foi aprovado por meio de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC), promulgada pelo Congressso Nacional no último dia 14.

O dinheiro extra vai chegar em boa hora, diante da alta da inflação e da perda do poder de compra dos brasileiros, que já trocam a refeição por um lanche diante do custo elevado dos alimentos, item básico de sobrevivência para qualquer ser humano. Porém, o que muitas famílias desconhecem é que existe a possibilidade de receber acima do mínimo pago pelo Auxílio Brasil.

Além da quantia base, o programa fornece outros nove benefícios, caso o núcleo familiar atenda a outras condições específicas. No município de Uiramutã, em Roraima, por exemplo, o valor médio por beneficiado chega a R$ 552,26, portanto R$ 152,26 acima dos R$ 400,00. Os quatro estados com maior tíquete médio do país são do Norte: Acre (R$ 434,03), Roraima (R$ 424,18), Amazonas (R$ 421,1) e Amapá (R$ 417,42).

Benéficios extras do Auxílio Brasil

Confira a seguir cada um dos benefícios que integram o Auxílio Brasil:

  • Benefício Composição Familiar - Paga R$ 65 quando há na família gestantes ou pessoas com idade entre 3 e 21 anos incompletos;
  • Benefício Primeira Infância - Consiste no repasse de R$ 130,00 por criança com idade entre 0 e 36 meses que integre o grupo familiar;
  • Benefício de Superação da Extrema Pobreza - Valor mínimo calculado por integrante e pago por família beneficiária do Programa Auxílio Brasil cuja renda familiar mensal per capita, calculada após o acréscimo dos benefícios financeiros, for igual ou inferior ao valor da linha de extrema pobreza;
  • Auxílio Criança Cidadã - Concedido o valor de R$ 200 ou R$ 300 para acesso da criança, em tempo integral ou parcial, às creches que ofertem educação infantil;
  • Benefício Compensatório de Transição - Concedido às famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família que tiverem redução no valor financeiro total dos benefícios recebidos em decorrência do enquadramento na nova estrutura de benefícios financeiros previstos no Programa Auxílio Brasil;
  • Auxílio Esporte Escolar - Auxílio financeiro de R$ 2.200 concedido às famílias integrantes do Auxílio Brasil que apresentem, em sua composição, atletas que se destacarem em competições oficiais do sistema de jogos escolares brasileiros;
  • Bolsa de Iniciação Científica Júnior - Repasse de R$ 2.200 aos estudantes, integrantes das famílias que recebam os benefícios do Auxílio Brasil, que se destacarem em competições acadêmicas e científicas, de abrangência nacional, vinculadas a temas da educação básica;
  • Auxílio Inclusão Produtiva Rural - Concedidas parcelas mensais de R$ 200 para incentivo à produção, doação e consumo de alimentos saudáveis pelos agricultores familiares que recebam os benefícios Auxílio Brasil; e
  • Auxílio Inclusão Produtiva Urbana - Paga R$ 200 por mês àqueles que recebem os benefícios Auxílio Brasil, desde que comprovem vínculo de emprego formal.

Como receber valor adicional?

Uma simples atitude pode aumentar o valor mensal do Auxílio Brasil: atualizar os dados de registro no Cadastro Único. Isso mesmo. Muitas famílias ingressaram no CadÚnico anos atrás e a situação dos membros que compõe o núcleo familiar pode ter mudado, dando direito a receber mais dinheiro. Porém, se o governo federal não for comunicado disso não terá como ampliar o pagamento mensal.

A atualização deve ser feita no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo ou a um dos postos de atendimento do CadÚnico, onde você informará em qual dos nove itens acima indicados se enquadra (se um filho passou a competir e se destacou em evento esportivo ou científico, por exemplo).

Mas, antes de ir, é possível consultar o aplicativo do CadÚnico. O app permite verificar a situação cadastral, data da última atualização e data limite para uma nova atualização cadastral. Além disso, são exibidos os dados do domicílio, família e de identificação do responsável pela unidade familiar e dos demais integrantes.

O aplicativo pode ser baixado em celular ou tablet com sistemas operacionais Android e iOS. Depois da atualização cadastral, o governo automaticamente avaliará se sua família atender aos critérios para embolsar benefício extra do Auxílio Brasil, fazendo o pagamento adicional a partir do próximo mês, conforme o calendário regular estabelecido. 

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos. 

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.