MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Bancos brasileiros iniciam testes com o Drex. Pix estaria com os dias contados? Entenda

Testes-piloto envolveram transferências de dinheiro da carteira do Banco do Brasil para a Caixa Econômica. Implementação completa do Drex está prevista apenas para 2024

Implementação completa do Drex está prevista apenas para 2024
Implementação completa do Drex está prevista apenas para 2024 - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 13/09/2023, às 13h23

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O mercado financeiro brasileiro está agitado com rumores sobre o possível fim do Pix, à medida que os grandes bancos do país começam a explorar uma nova tecnologia chamada Drex. Nos últimos dias de agosto, o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal realizaram testes-piloto com essa nova forma de representar o Real, levantando questões sobre o futuro dos pagamentos instantâneos.

Os testes-piloto envolveram transferências de dinheiro da carteira do Banco do Brasil para a Caixa, com posterior reembolso. O Drex é uma representação totalmente digital da moeda brasileira e promete uma revolução nas transações financeiras.

Cada brasileiro poderá possuir sua carteira virtual Drex, armazenada em um sistema digital, permitindo transações no mesmo valor das cédulas ou moedas tradicionais.

+++ Conheça as vantagens e quando usar o real digital DREX, lançado pelo BC

Implementação completa do Drex está prevista apenas para 2024

A presidenta da Caixa, Maria Rita Serrado, enfatizou que a parceria entre as duas instituições representa um compromisso com a inovação e a modernização do setor financeiro. Ela destacou os resultados positivos até o momento e a perspectiva de explorar ainda mais o potencial das moedas digitais e das transações ágeis.

Por sua vez, Taciana Medeiros, presidenta do Banco do Brasil, ressaltou a capacidade do setor de incorporar novas tecnologias e considerou o Drex como "mais uma iniciativa bem-sucedida". Ela também expressou a esperança de que a tecnologia blockchain e a tokenização possam aprimorar os serviços bancários.

Apesar dos rumores de que o Drex poderia substituir o Pix, especialistas afirmam que essa substituição não ocorrerá tão cedo. A implementação completa do Drex está prevista apenas para 2024, e não há indícios de que uma tecnologia irá substituir completamente a outra.

Assim como o cartão não substituiu a cédula e o Pix não substituiu o cartão, ambas as ferramentas podem coexistir e atender às diferentes necessidades dos usuários do sistema financeiro brasileiro.

Portanto, o futuro pode reservar uma convivência harmoniosa entre o Pix e o Drex, oferecendo aos consumidores mais opções e flexibilidade em suas transações financeiras.

+Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.