MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Boletim Focus eleva projeção da inflação de 2022 pela sétima vez seguida

Mesmo com a alta da inflação, a projeção do crescimento econômico, ou seja, PIB continua baixo

Victor Meira - victor@jcconcursos.com.br
Publicado em 02/03/2022, às 15h29

Boletim Focus eleva projeção da inflação de 2022 pela sétima vez seguida
Boletim Focus eleva projeção da inflação de 2022 pela sétima vez seguida - Agência Brasil
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

Por causa do feriado de carnaval, o Banco Central publicou, nesta quarta-feira (02), a perspectiva do mercado financeiro sobre os principais índices econômicos do Brasil. De acordo com o Boletim Focus, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial do país, tem a projeção de fechar 2022 em 5,60%. 

Essa é a sétima vez que o mercado projeta uma alta na inflação neste ano. Há uma semana, a projeção do mercado era que a inflação terminasse o ano em 5,56%. Há um mês, a previsão era de 5,38%.

Já para 2023, o mercado aumentou a expectativa de inflação para 3,51%. Na semana passada, era de 3,50%. O mesmo número de quatro semanas atrás. Para 2024, os economistas estimam uma inflação de 3,10% ante os 3,09% projetados na semana passada.

Em relação ao PIB, o Focus manteve a mesma previsão da semana passada e de um mês atrás, que era de 0,30%. 

Para 2023, o Focus ficou estável com a expectativa de crescimento do PIB de 1,50%. Há quatro semanas, a projeção de crescimento era mais otimista, com 1,55%.

Enquanto que em 2024, a projeção se manteve estável, ficando em 2%.

Selic e dólar

A taxa básica de juros, a Selic, para 2022 continuou com a mesma projeção da semana passada, que registrou 12,25% ao ano. Há quatro semanas, a previsão era de 11,75% ao ano, segundo estimativa do Focus. 

Em fevereiro, o Comitê de Política Monetária (Copom) aumentou a taxa de juros de 9,25% para 10,75% ao ano. Em comunicado, indicou que continuará a elevar os juros básicos até que a inflação esteja controlada no médio prazo.

Para o fim de 2023, a estimativa do mercado é que a taxa básica caia para 8% ao ano. E para 2024, a previsão é de Selic em 7,25% ao ano, ante os 7,38% da projeção da semana anterior.

E por último, a cotação do dólar. Esta variável manteve a mesma avaliação da semana passada, com o valor de R$ 5,50. Há quatro semanas, o valor era de R$ 5,60. Para o próximo ano, a previsão do mercado também diminuiu, passando de R$ 5,36 para R$ 5,31.

Para 2024, o Boletim Focus manteve a mesma cotação do dólar, com valor de R$ 5,30. Na projeção de um mês atrás, o valor era de R$ 5,40.

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.