MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Pagamento do Bolsa Família vai ser antecipado em outubro? Veja as datas

Governo Federal confirmou antecipação do calendário de outubro para parcela de beneficiários do Estado do Rio Grande do Sul; Saiba todos os detalhes

Mulher segura o cartão do Bolsa Família e notas de dinheiro
Mulher segura o cartão do Bolsa Família e notas de dinheiro - Divulgação JC Concursos
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 20/09/2023, às 16h04

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O calendário de setembro do Bolsa Família que beneficia cerca de 21,47 milhões de famílias continua em curso, mas os brasileiros já estão de olho nos novos valores que serão disponibilizados em outubro

O governo federal confirmou que assim como este mês, outubro também terá pagamento antecipado para quase 160 mil famílias do Rio Grande do Sul, que foram afetadas pelo ciclone extratropical. Com isso, elas receberão todas as parcelas em uma única só vez, no início do calendário que ocorre dia 18 de outubro. 

Ao todo, a medida do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS) beneficia 97 municípios gaúchos afetados por desastres naturais, com duração de dois meses, repetida novamente em outubro.

Os pagamentos do Bolsa Família de setembro para 21,47 milhões de famílias brasileiras mal encerrou e os beneficiários sonham com os valores disponibilizados em outubro, que conta com a volta do Auxílio Gás e o início de novo adicional de R$ 50.

Com a chegada de um novo acréscimo na folha de pagamento, o valor do programa de transferência de renda deve sofrer aumento no tíquete médio mensal no próximo mês. Para este mês, a parcela ficou em R$ 686,89 por família. 

Atualmente, estão em vigor dois adicionais com valores fixos: o Benefício Primeira Infância, no valor de R$ 150 para crianças de 0 a 6 anos, e o Benefício Variável Familiar, de R$ 50 destinado a gestantes e jovens com idades de 7 a 18 anos incompletos.

Além disso, o Bolsa Família também paga o Benefício Complementar, pago quando a soma dos benefícios não atinge o mínimo de R$ 600, e o Benefício Extraordinário de Transição, concedido às famílias que tiveram seus pagamentos reduzidos no âmbito do programa Auxílio Brasil.

+ Imposto de importação com alíquota federal zerada e sem previsão de revisão

Novo adicional Bolsa Família 

O novo aumento no valor do programa estava previsto para iniciar no mês de setembro, mas foi adiado pelo governo federal. Uma ótima notícia é o retorno do Auxílio Gás, que pagou em agosto o valor de R$ 108. 

No entanto, os beneficiários só saberão se terão direito ao novo adicional a partir de 10 de outubro, período após o processamento da folha de pagamento. Para isso, é necessário saber o valor do programa por meio do aplicativo do programa e do site da Caixa. 

Em junho, o Congresso Nacional aprovou o Benefício Variável Nutriz, uma iniciativa que estabelece o pagamento de um valor adicional destinado a crianças com até seis meses de idade. 

Esse benefício se soma aos outros complementos disponíveis no programa Bolsa Família, que incluem um valor adicional de R$ 150 para crianças de 0 a 6 anos e um adicional de R$ 50 para jovens com idades entre 7 e 18 anos incompletos.

Antecipação do calendário de outubro 

Oficialmente, o calendário está previsto para iniciar no dia 18 de outubro para os inscritos com NIS de final 1 e segue até o dia 31 quando finaliza com os beneficiários que possuem NIS de final 0. 

  • NIS de final 1 - 18 de outubro;
  • NIS de final 2 - 19 de outubro;
  • NIS de final 3 - 20 de outubro;
  • NIS de final 4 - 23 de outubro; 
  • NIS de final 5 - 24 de outubro;
  • NIS de final 6 - 25 de outubro;
  • NIS de final 7 - 26 de outubro;
  • NIS de final 8 - 27 de outubro;
  • NIS de final 9 - 30 de outubro;
  • NIS de final 0 - 31 de outubro. 

Saiba como consultar 

Para realizar a consulta do Bolsa Família ou Auxílio Brasil utilizando número de CPF, siga estas etapas:

  • Abra o site oficial da Caixa Econômica;
  • Localize e clique na seção "Consultar famílias beneficiárias";
  • Escolha a opção de "Consulta por família";
  • Insira o NIS (Número de Identificação Social) e o CPF do responsável familiar nos campos indicados;
  • Conclua clicando no botão de consulta.

A consulta também pode ser realizada:

Ou nos telefones 111 ou 121 (Ministério do Desenvolvimento Social).

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.