MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Bolsa Família: governo realiza último pagamento para mais um grupo com destaque HISTÓRICO

Os pagamentos do Bolsa Família serão disponibilizados para os seus beneficiários até o dia 28 de abril, com um tíquete médio de R$ 6670,49

Bolsa Família: governo realiza último pagamento para mais um grupo com destaque HISTÓRICO
Divulgação
Victor Meira

Victor Meira

victor@jcconcursos.com.br

Publicado em 14/04/2023, às 10h55 - Atualizado em 28/04/2023, às 10h20

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Nesta sexta-feira (28), o governo federal realizou a última transferência da parcela referente ao mês de abril do Bolsa Família, que é o principal programa brasileiro de transferência de renda. Os recursos foram destinados aos beneficiários cujo Número de Identificação Social (NIS) possui o último dígito igual a 0.

Confira abaixo o calendário de pagamentos:

  • NIS final 0 - 28 de abril.

+Consumo das famílias brasileiras aumenta em março, impulsionado por benefícios do governo federal

Calendário de pagamentos do Bolsa Família

Bolsa Família atinge recorde em abril

Em abril, o Bolsa Família registrou um novo recorde. O tíquete médio do benefício atingiu R$ 670,49, o maior valor da história do programa, que atende a 21,19 milhões de famílias neste mês, em um investimento de R$ 14 bilhões.

O aumento de R$ 150 por criança de até seis anos, conhecido como Benefício Primeira Infância, foi pago pela segunda vez e chega a 8,9 milhões de crianças em todo o país, representando um repasse de R$ 1,33 bilhão. 

São Paulo é o estado com o maior número de crianças beneficiadas, seguido pela Bahia, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Pará.

Além disso, 113,84 mil novas famílias foram incluídas no programa neste mês. Desde que foi remodelado pelo Governo Federal em março, o Bolsa Família já incluiu mais de 808 mil famílias. 

Para municípios em situação de emergência ou calamidade reconhecida, o Governo Federal unificou o pagamento do Bolsa Família para o primeiro dia do calendário. Assim, nesta sexta-feira (14/04), serão contempladas as famílias beneficiárias atingidas pelas chuvas em São Paulo, no Espírito Santo, no Acre e as atingidas pela estiagem no Rio Grande do Sul, além dos povos Yanomami.

+Presidente do Banco Central elogia esforço do governo para estabilizar a dívida

Auxílio Gás também é disponibilizado

Desde a última sexta-feira (14), 5,69 milhões de famílias em todo o Brasil serão contempladas com o Auxílio Gás, um benefício bimestral de R$ 110 que corresponde a 100% do valor da média do preço nacional de referência do botijão de 13kg do gás de cozinha. O investimento do Governo Federal para abril será de R$ 626,2 milhões.

A região Nordeste concentra a maior parte das famílias beneficiárias, com 2,72 milhões de lares contemplados, o que representa um investimento de R$ 299,9 milhões. Em seguida, vem o Sudeste, com 1,85 milhão de beneficiados e um repasse de R$ 204,37 milhões.

No Norte, o Auxílio Gás chegará a 546,53 mil famílias em abril, com um investimento total de R$ 60,11 milhões. Já no Sul, 367,57 mil famílias serão atendidas, com um investimento de R$ 40,43 milhões. Por fim, na região Centro-Oeste, 194,27 mil famílias serão beneficiárias, com um total de R$ 21,37 milhões transferidos.

Novo Bolsa Família corrige distorções e foca em famílias vulneráveis

O governo federal anunciou mudanças na estrutura de benefícios do Programa Bolsa Família, visando corrigir distorções do programa anterior e direcionar a atenção para famílias em situação de vulnerabilidade. A nova política de transferência de renda e superação da pobreza será articulada entre diferentes ministérios e níveis de governo, abrangendo áreas como assistência social, saúde, educação e emprego.

A partir de agora, o ingresso e permanência no programa ocorrerão mediante a inscrição das famílias no Cadastro Único, com a apresentação de dados atualizados e qualificados de acordo com as regras de elegibilidade. A implantação do novo programa teve início em março e está prevista a migração das famílias da estrutura de benefícios do Programa Auxílio Brasil para a do novo Bolsa Família em junho deste ano.

A nova estrutura de benefícios tem como objetivo garantir uma distribuição mais equitativa dos recursos, complementando a renda das famílias de forma a assegurar um valor básico a cada cidadão, além de reforçar o apoio às crianças e adolescentes das famílias vulneráveis em todo o país.

Para garantir o pagamento dos novos valores, estão sendo realizados processos de implementação com ajustes operacionais nos sistemas e processos do Programa, visando adequá-los para as mudanças a partir de junho. O Sistema de Benefícios ao Cidadão (SIBEC), responsável pela gestão e geração da folha de pagamentos, está passando por adaptações para garantir a efetivação das mudanças.

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.