MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Bolsa Família: saiba quem ganha benefício extra a partir desta semana

A parcela do Bolsa Família de junho começa a ser paga nesta segunda-feira, com um valor extra acrescido. Confira quem recebe os benefícios complementares

Várias notas de cem, vinte e cinquenta reais espalhadas
Várias notas de cem, vinte e cinquenta reais espalhadas - Divulgação
Mylena Lira

Mylena Lira

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 18/06/2023, às 16h46

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A mensalidade do Bolsa Família de junho começa a ser paga nesta segunda-feira, 19, com um valor extra acrescido. Além da quantia mínima padrão de R$ 600, repassada a todos os beneficiários, o governo federal começa a pagar um adicional de R$ 50 para gestantes e famílias com crianças e adolescentes de 7 a 18 anos. Além disso, continua a depositar mais R$ 150 para lares com pequenos com idade até seis anos. O valor é por filho, sem limite.

Com essas mudanças, segundo o Ministério do Desenvolvimento Social, o benefício médio recebido por cada família será o maior da história do programa de transferência de renda, totalizando uma média R$ 705,40. Porém, o valor pode ser bem maior, dependendo da configuração da família. Uma casa que tenha uma gestante, uma criança de cinco anos e dois adolescentes, por exemplo, vai receber R$ 900 (R$ 600 + R$ 50 + R$ 150 + R$ 100). 

Esses benefícios complementares, de acordo com a composição familiar, garantem que 9,8 milhões de famílias recebam mais recursos neste mês do que em maio. Em junho, o programa vai beneficiar 21,2 milhões de famílias, estabelecendo um recorde no valor total repassado pelo Governo Federal, que soma mais de R$ 14,97 bilhões. 

De acordo com o ministro do Desenvolvimento Social, Wellington Dias, esse investimento é fundamental para atender às necessidades das famílias mais pobres e impulsionar a economia local. "Com esse dinheiro, as famílias mais pobres compram alimentos e suprem outras necessidades, e o dinheiro circula na economia, principalmente nos lugares mais pobres, e impacta na economia local", ressaltou.

+Prazo para alistamento militar obrigatório de 2023 está chegando ao fim

Bolsa Família por região

A distribuição dos recursos do programa varia por região:

  • a região Norte tem o maior benefício médio de todo o país: R$ 740,37 por família;
  • o Centro-Oeste tem um benefício médio de R$ 721,16;
  • o Sul tem de com R$ 711,28;
  • o Sudeste paga, em média, R$ 700,26 por lar.
  • o Nordeste tem parcela média de R$ 696,76.

Novos requisitos

O novo Bolsa Família tem condições adicionais para ter direito a receber o benefício social. É preciso atender, cumulativamente, a todos esses requisitos:

  • Ter renda familiar de até meio salário mínimo (R$ 651);
  • Ter renda per capita (por pessoa) de até R$ 218 (antes era só até R$ 210);
  • Gestantes devem realizar pré-natal;
  • Crianças menores de 7 anos devem passar por acompanhamento de seu estado nutricional;
  • Crianças e adolescentes devem frequentar a escola com frequência mínima de 60%; e
  • A família inteira deve estar vacinada, seguindo o Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde.

Além disso, continua sendo necessário ter registro no Cadastro Único e mantê-lo atualizado. O CadÚnico é uma ferramenta importante para que as famílias de baixa renda possam ter acesso a diversos programas sociais do governo, como o Bolsa Família, o Minha Casa Minha Vida e o Tarifa Social de Energia Elétrica.

Calendário de pagamento do Bolsa Família

Confira abaixo a ordem de depósito, de acordo com o número final do Número de Identificação Social (NIS) do beneficiário:

  • NIS final 1 - 19 de junho; 
  • NIS final 2 - 20 de junho;
  • NIS final 3 - 21 de junho;
  • NIS Final 4 - 22 de junho;
  • NIS Final 5 - 23 de junho;
  • NIS final 6 - 26 de junho;
  • NIS final 7 - 27 de junho;
  • NIS final 8 - 28 de junho;
  • NIS final 9 - 29 de junho;
  • NIS final 0 - 30 de junho.

+Ainda dá tempo: Veja como resgatar o Saque-Aniversário do FGTS em junho

Saiba mais sobre o programa

Bolsa Família é um programa social criado pelo governo brasileiro em 2003, no primeiro mandato do governo Lula, com o objetivo de combater a pobreza e a desigualdade social no país. Ele é direcionado a famílias em situação de extrema pobreza e pobreza.

O programa funciona por meio da transferência direta de renda, ou seja, as famílias cadastradas recebem um valor mensal em dinheiro, que varia de acordo com a composição familiar. Além de ajudar as famílias a complementar sua renda, o Bolsa Família tem outros benefícios importantes.

Ele contribui para reduzir a desnutrição infantil, uma vez que as famílias têm mais recursos para comprar alimentos e melhorar a qualidade da alimentação. O programa também estimula a frequência escolar das crianças e dos jovens, pois o recebimento do benefício está condicionado à frequência mínima nas aulas.

O Bolsa Família é considerado uma das principais políticas públicas de inclusão social do Brasil e tem sido reconhecido internacionalmente como um modelo eficaz de combate à pobreza e à fome.

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade o JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.