MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Botijão de gás mais barato a partir deste sábado (9); Saiba quanto fica o preço

A Petrobras anunciou que o botijão de gás fica mais barato neste sábado (9) para as distribuidoras; famílias poderão comprar produto com menor preço

Jean Albuquerque | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 09/04/2022, às 21h00

Botijão de gás mais barato a partir deste sábado (9)
Botijão de gás mais barato a partir deste sábado (9) - Divulgação
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

As famílias brasileiras terão um alívio em meio a alta de preço dos combustíveis que também deixou caro o botijão de gás. A partir deste sábado (9) o preço médio de venda do GLP passará de R$ 4,48 por quilo para R$ 4,23 reais, o que representa uma redução de R$ 54,94 reais em um botijão de 13 quilos.

O preço passa a ficar mais barato nas distribuidoras, deixando o produto mais barato para os consumidores. Por meio de nota, a Petrobras informou que está acompanhando a evolução dos preços internacionais e a taxa de câmbio. A empresa disse que, já que os preços se estabilizaram em patamar inferior para o GLP, a estatal reduziu os preços para venda às distribuidoras. 

+++ Auxílio Brasil e Auxílio Gás começam a ser pagos a partir do dia 14. Veja quem recebe

Último reajuste deixou o preço do botijão de gás em R$ 160

O preço médio do botijão de gás sofreu reajuste pela última vez no dia 11 de março. Naquela época, o preço de venda do GLP nas distribuidoras chegou ao 16,1% mais carro, passou de R$ 3,86 para R$ 4,48 por quilo, o que equivale a um valor de R$ 58,21 por um botijão de 13kg. Uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostrou que, nos últimos 12 meses até março, o preço do produto para o consumidor teve um acúmulo de 29,56%.  

Segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), durante a semana de 27 de março a 2 de abril, foram vendidos botijões de gás a um preço médio de 113,63 reais em todo o país, com pico de 160 reais. 

A Petrobras também informou em nota que a empresa tem um compromisso com a prática de preços competitivos, além de equilibrar o mercado e ao mesmo tempo, tenta evitar o repasse imediato para os preços internos das “volatilidades externas e da taxa de câmbio causadas por eventos conjunturais". 

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.