MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Café contaminado: NÃO consuma mais esta marca SUSPEITA de causar câncer

Empresa mineira é investigada por produzir café contaminado com substância cancerígena e teve 16 toneladas do produto apreendido

Xícara com café ao lado de saco com grãos de café
Xícara com café ao lado de saco com grãos de café - Divulgação
Mylena Lira

Mylena Lira

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 21/05/2023, às 20h22

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O Procon de Minas Gerais recomendou a suspensão da venda do café Uber Ubá na cidade de Uberlândia. A medida foi tomada após a empresa ter sido interditada em Uberaba, na última sexta-feira (12), devido ao descumprimento de medidas legais. Durante a ação, 16 toneladas do produto foram apreendidas para posterior descarte.

O Procon de Uberlândia tomou essa decisão por considerar que os produtos são inadequados para o consumo, uma vez que a marca está sob investigação devido à possível presença de "cascas e paus em quantidades acima do limite permitido, como a presença de Ocratoxina 'A'", comprovadamente cancerígena, conforme presença atestada pelo Laudo de Análise 2991.1P.0/2022.

Diante desse cenário, o Procon recomendou a suspensão da comercialização do café Uber Ubá, tanto aquele embalado e distribuído pela Indústria e Comércio de Café Uberaba EIRELI quanto os rótulos que exibem a identificação de embalagem e distribuição pela Reyna Produtos Alimentícios LTDA. Além disso, o órgão também solicitou que sejam realizadas as substituições dos produtos para os consumidores que adquiriram o produto.

Em nota, a Polícia Civil informou que a responsável pelo estabelecimento foi conduzida e autuada em flagrante, uma vez que foi constatado crime contra o consumidor. A mulher foi encaminhada ao sistema prisional, onde permanece à disposição da Justiça.

De acordo com a Vigilância Sanitária, foram verificadas as seguintes irregularidades:

  • Condições sanitárias insatisfatórias;
  • Misturas de impurezas, como cascas e paus, para aumentar o volume do produto final;
  • Alvará sanitário vencido;
  • Ausência de seleção de fornecedores.

+Semana do MEI terá atendimento e palestra com o Sebrae em São Paulo

Café contaminado era o comum

O café comum e o café especial diferem em vários aspectos, desde o cultivo até o processo de preparo e sabor. No processo de produção, os grãos de café são colhidos, secos e posteriormente torrados. No caso do café comum, a torra geralmente é mais escura em comparação ao café especial, o que, muitas vezes, é feito para esconder os defeitos.

Aqui estão algumas das principais diferenças entre eles:

  • Origem e cultivo: O café comum é geralmente produzido em larga escala, em grandes plantações, onde são utilizados métodos de cultivo mais convencionais. Já o café especial é cultivado de forma mais cuidadosa e específica, em fazendas menores, com maior atenção aos detalhes. São selecionadas variedades de café de qualidade superior, cultivadas em condições favoráveis, como altitudes ideais, solo adequado e métodos de colheita seletivos.
  • Processamento: O processamento do café comum geralmente envolve etapas industriais, como máquinas de descascamento e secagem em grande escala. No café especial, são utilizados métodos de processamento mais artesanais, como o processamento por via úmida (lavado) ou via seca (natural), que proporcionam sabores e aromas distintos.
  • Classificação e seleção: O café comum passa por uma classificação básica de acordo com características físicas, como tamanho e cor dos grãos. Já o café especial é submetido a um processo mais rigoroso de classificação e seleção, com avaliação sensorial realizada por especialistas, que analisam aspectos como aroma, acidez, corpo e doçura.
  • Sabor e aroma: O café comum geralmente apresenta um sabor mais genérico e padronizado, enquanto o café especial oferece uma ampla gama de sabores e aromas complexos e distintos. O café especial é conhecido por sua qualidade superior e pode apresentar notas de frutas, flores, chocolate, caramelo, entre outros.
  • Preço: Devido ao processo de cultivo e seleção mais minucioso, o café especial tende a ter um preço mais elevado em comparação com o café comum, que é produzido em maior quantidade e com menor atenção aos detalhes.

+Não perca a chance: ESTES trabalhadores podem sacar R$ 1.320 do Pis/Pasep

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.