MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Caged aponta aumento recorde de demissões voluntárias. Entenda o motivo

Especialistas em recursos humanos explicam que o maior número dos pedidos de demissões voluntárias ainda são reflexos dos efeitos da pandemia, em que os trabalhadores buscam maior qualidade de vida

Victor Meira | victor@jcconcursos.com.br
Publicado em 22/04/2022, às 12h50

Carteira de trabalho e app do documento
Carteira de trabalho e app do documento - Divulgação
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

Apesar da taxa de desemprego ainda estar em um patamar alto, o número de demissões voluntárias no Brasil aumentou nos últimos meses. Os especialistas em recursos humanos apontam que o crescimento da demissão voluntária ainda é um reflexo da pandemia e da busca por maior qualidade de vida por parte dos trabalhadores mais qualificados. 

Segundo o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), vinculado ao Ministério da Economia, mais de 560 mil trabalhadores pediram demissão recentemente. Este é o maior número desde o início da série histórica, que começou em janeiro de 2004.

Este movimento não é exclusivo no Brasil, nos Estados Unidos, o número de demissões voluntárias também bateu recordes nos últimos meses. O economista da LCA Consultores, Bruno Imaizumi, que fez um levantamento sobre o tema, diz que essa é uma mudança de comportamento influenciada pela pandemia.

+Auxílio Brasil: Caixa realiza pagamento da parcela de abril e do Auxílio Gás

Uma pesquisa da empresa de recrutamento Robert Half, realizada em novembro de 2021, aponta que quase metade dos profissionais entrevistados com mais de 25 anos pretendiam buscar um novo emprego em 2022. 

Entre esses, 37% apontaram como motivo para buscar um novo trabalho a busca de um salário melhor,19% tinham desejo de aprender algo novo e 12% tinham expectativa de melhorar a qualidade de vida.

O analista de controladoria Paulo Lopes, de 35 anos, contou para a Agência Brasil, que pediu demissão em março deste ano e arrumou outro emprego em busca de mais qualidade de vida.

A advogada trabalhista, Juliana Mendonça, revelou, para a Agência Brasil, que um dos principais motivos para o empregado pedir demissão é o custo de ir trabalhar presencialmente. Com isso, as pessoas estão mudando os seus hábitos de exercer a sua profissão também ao escolher adotar o home office.

*com informações da Agência Brasil

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.