MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Cariocas ganham novo local para pedir o Bolsa Família no Rio de Janeiro

A unidade contará com tecnologia aprimorada e servidores contratados pela prefeitura do Rio de Janeiro, garantindo facilidade de acesso ao programa social Bolsa Família

Bondinho do Pão de Açúcar, no Rio de Janeiro
Bondinho do Pão de Açúcar, no Rio de Janeiro - Divulgação
Mylena Lira

Mylena Lira

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 25/06/2023, às 16h12

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Na última sexta-feira, os cariocas foram beneficiados com a inauguração de um novo local para pedir o Bolsa Família, assim como atualizar os dados cadastrais, quando necessário. A Central CADRio Madureira, situada na Avenida Edgard Romero, 400, 1º andar, foi oficialmente aberta ao público, trazendo melhorias no atendimento e na facilidade de acesso aos programas sociais.

A inauguração contou com a presença do secretário nacional de Assistência Social do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS), André Quintão, e da diretora do Departamento de Gestão do Cadastro Único do MDS, Ieda de Castro. Ambos estiveram presentes para celebrar a implementação do novo sistema de agendamento para o CADRio e as instalações do CRAS Zózimo Barroso do Amaral.

Essas conquistas são resultados dos investimentos do MDS no Programa de Fortalecimento Emergencial do Atendimento do Cadastro Único no Sistema Único de Assistência Social (Procad-SUAS). As articulações de cofinanciamento federal foram retomadas no início deste ano, permitindo que projetos como esse se tornassem realidade.

O novo sistema implementado na Central CADRio Madureira moderniza a Central 1746, que já otimizou os atendimentos à população na comunidade da Rocinha. Com isso, espera-se que o processo de solicitação do Bolsa Família e a atualização cadastral sejam mais eficientes e ágeis.

+Prefeitura de SP distribui cesta básica gratuita; Saiba quem tem direito

Serviços

Também foram inauguradas as novas instalações do CRAS Zózimo Barroso do Amaral, que faz parte da unidade integrada à Central de Atendimento do Cadastro Único. O espaço foi estruturado com recursos provenientes do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, através do Procad/SUAS, que destinou um montante de R$ 4,4 milhões para essa e outras iniciativas.

A unidade contará com tecnologia aprimorada e servidores contratados pela prefeitura do Rio de Janeiro, garantindo um atendimento de qualidade. Os serviços disponíveis incluem recepção, atualizações e inclusões cadastrais, além da consulta de situação do Bolsa Família para os beneficiários. A expectativa é que uma média de 80 pessoas seja atendida diariamente, totalizando mais de mil atendimentos mensais.

Durante a solenidade de inauguração, o secretário nacional de Assistência Social, André Quintão, enfatizou a importância da atualização cadastral como prioridade do governo e sua contribuição para a inclusão das pessoas mais necessitadas nas políticas públicas do país, em especial no Programa Bolsa Família.

A diretora de gestão do Cadastro Único do MDS, Ieda de Castro, ressaltou a importância da integração do atendimento e a facilidade proporcionada pela Central de Atendimento do Cadastro Único. Ela enfatizou que essa iniciativa busca estimular a ideia de oferecer o serviço adequado no mesmo lugar, contribuindo para um atendimento mais ágil e eficiente.

+Quina de São João: oito pessoas acertam e vão dividir R$ 216 milhões; Veja resultado

Quem será atendido no local?

A unidade da Central CADRio Madureira permitirá o agendamento de serviços para os 17 bairros que fazem parte da Coordenação de Assistência Social que atende à região. Com melhorias na estrutura física, incluindo rede de internet e acessibilidade, o novo local proporcionará maior conforto e comodidade aos usuários.

O secretário municipal de Assistência Social, Adilson Pires, expressou sua satisfação com a inauguração da central, destacando-a como uma conquista fruto da parceria entre a prefeitura do Rio de Janeiro e o Governo Federal. Ele ressaltou o desejo de oferecer mais qualidade e um atendimento digno e humanizado aos cidadãos que necessitam dos serviços sociais.

Requisitos para receber o Bolsa Família

O Bolsa Família é um programa social criado pelo governo brasileiro em 2003, no primeiro mandato do governo Lula, com o objetivo de combater a pobreza e a desigualdade social no país. Ele é direcionado a famílias em situação de extrema pobreza e pobreza. Atualmente, para embolsar o benefício, é preciso atender, cumulativamente, a todos esses requisitos:

  • Ter renda familiar de até meio salário mínimo (R$ 651);
  • Ter renda per capita (por pessoa) de até R$ 218;
  • Gestantes devem realizar pré-natal;
  • Crianças menores de 7 anos devem passar por acompanhamento de seu estado nutricional;
  • Crianças e adolescentes devem frequentar a escola com frequência mínima de 60%;
  • A família inteira deve estar vacinada, seguindo o Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde; e
  • Estar com os dados cadastrais no CadÚnico atualizados.

A parcela mensal atual é de, pelo menos, R$ 600, mas pode ser maior, caso tenham gestantes, crianças de até seis anos e adolescentes com até 18 anos, pois é pago adicional nesses casos. O Bolsa Família é considerado uma das principais políticas públicas de inclusão social do Brasil e tem sido reconhecido internacionalmente como um modelo eficaz de combate à pobreza e à fome. 

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.