MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Casos de dengue disparam 170% nas primeiras semanas de 2024 no Brasil

Dados do Ministério da Saúde revelam que o estado mais afetado é Minas Gerais. Em São Paulo, o estado já registrou 10.728 casos de dengue apenas em 2024

Governo federal orienta a população a buscar atendimento médico imediato
Governo federal orienta a população a buscar atendimento médico imediato - Canva/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 29/01/2024, às 21h07

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O Brasil enfrenta um aumento alarmante nos casos de dengue nas primeiras três semanas epidemiológicas deste ano, registrando um total de 120.874 casos, representando um aumento significativo de 170% em comparação com os 44.752 casos no mesmo período do ano passado. Além disso, já foram registradas 12 mortes suspeitas por dengue apenas em 2024.

📲 Junte-se ao canal de notícias do JC Concursos no WhatsApp

Os dados do Ministério da Saúde revelam que o estado mais afetado é Minas Gerais, responsável por 34.198 notificações da doença. Em seguida, estão São Paulo (20.773), Paraná (16.608) e Distrito Federal (15.542). O Distrito Federal e Minas Gerais decretaram emergência devido ao aumento expressivo de casos de dengue e chikungunya nas primeiras semanas do ano.

Em São Paulo, o estado já registrou 10.728 casos de dengue entre os dias 1 e 20 de janeiro de 2024, mais que o dobro do mesmo período no ano anterior, quando foram contabilizados 3.299 casos confirmados da doença. O estado também confirmou quatro mortes por dengue, sendo duas em Pindamonhangaba, uma em Jacareí e outra em Bebedouro, cidades do interior paulista.

Governo federal orienta a população a buscar atendimento médico imediato

O Ministério da Saúde destaca que, desde o ano passado, estados e municípios estão em constante monitoramento e alerta em relação à situação epidemiológica do país. Ações coordenadas visam enfrentar as arboviroses, com esforços concentrados na conscientização sobre medidas preventivas em todo o território nacional.

Diante desse aumento expressivo, a pasta enfatiza a importância de intensificar os cuidados e eliminar os focos do Aedes aegypti, transmissor da dengue, Zika e Chikungunya. O governo federal orienta a população a buscar atendimento médico imediato em caso de sintomas como febre, dores nas articulações, manchas vermelhas na pele, coceiras ou vermelhidão nos olhos, lembrando que o tratamento para a dengue está disponível no Sistema Único de Saúde (SUS).

O Ministério da Defesa colocou militares do Exército à disposição do Ministério da Saúde para as ações de combate à dengue. Além disso, a vacinação contra a dengue via SUS será iniciada em fevereiro, abrangendo 521 municípios considerados endêmicos para a doença em 37 regiões de saúde, conforme a pasta.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.