MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Censo 2022: perfil demográfico brasileiro se torna mais velho e com menos crianças

O Censo 2022 do IBGE revela transformações no perfil etário do Brasil, com aumento expressivo de idosos e queda no número de crianças. Confira os dados e suas implicações

Censo 2022: perfil demográfico brasileiro se torna mais velho e com menos crianças
Freepik
Victor Meira

Victor Meira

victor@jcconcursos.com.br

Publicado em 27/10/2023, às 11h30

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O Censo 2022, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), trouxe dados sobre o perfil etário da população do país. Com dados surpreendentes, a pesquisa aponta que há 22.169.101 idosos com 65 anos ou mais, representando um crescimento de 57,4% em relação ao censo de 2010.

A análise comparativa entre 2010 e 2022 também revela alterações na proporção de idosos em relação à população total. Em 2010, os indivíduos com 65 anos ou mais correspondiam a 7,4% do total de habitantes. Agora, em 2022, esse número subiu para 10,9%.

Por outro lado, o número de crianças com até 14 anos teve uma redução de 12,6%, passando de 45.932.294 em 2010 para 40.129.261 em 2022. Há uma década, esse grupo representava 24,1% da população, enquanto agora representa 19,8%.

A proporção da população entre 15 e 64 anos apresentou uma leve variação. Em 2010, representava 68,5% do total, enquanto em 2022 passou a ser 69,3%.

A idade mediana da população brasileira aumentou seis anos, passando de 29 em 2010 para 35 em 2022. O índice de envelhecimento também registrou um salto significativo, alcançando 55,2. Isso indica que há 55,2 idosos para cada 100 crianças até 14 anos. Em 2010, o índice era de 30,7.

As regiões Sudeste (12,2%) e Sul (12,1%) apresentam a maior proporção de idosos com 65 anos ou mais. Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Minas Gerais lideram entre os estados. Já a população mais jovem, de crianças até 14 anos, é mais expressiva no Norte (25,2% do total) e no Nordeste (25,2% do total).

Dados do IBGE são importantes para políticas públicas

Os dados do Censo 2022 são fundamentais para o planejamento de programas habitacionais, sistemas de transporte, ações afirmativas e políticas públicas voltadas para saúde, educação e mercado de trabalho. Além disso, são essenciais para projeções populacionais e alocação de recursos.

O Brasil costuma realizar o Censo Demográfico a cada dez anos para fornecer uma visão abrangente da população e das condições domiciliares no país. O Censo 2022, que deveria ter sido realizado em 2020, teve início em junho do ano passado e a coleta de dados foi concluída em fevereiro deste ano, após diversos desafios.

Atualização populacional

A população brasileira recenseada no Censo 2022 foi revisada e passou a ser formada por 203.080.756 pessoas, 18.244 a mais do que inicialmente informado. Esta atualização, que representa 0,009% do total populacional, envolveu 566 municípios, onde foram identificados problemas na coleta.

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.