MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Crédito facilitado ou ilusão? O que a redução da Selic realmente muda para você

O corte realizado pelo Copom na taxa Selic foi visto com cautela pela Anefac. Associação fez uma análise de como essa redução deve impactar o bolso dos brasileiros no dia a dia

Anefac também analisou o impacto da nova taxa Selic nos rendimentos da poupança
Anefac também analisou o impacto da nova taxa Selic nos rendimentos da poupança - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 03/08/2023, às 16h15

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A decisão do Banco Central de reduzir a taxa Selic para 13,25% ao ano nesta quarta-feira (2) foi vista com cautela pela Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac). Conforme a associação, essa queda terá pouco efeito na barateação do crédito e das prestações para os tomadores de empréstimos.

A diferença considerável entre a taxa básica e os juros efetivos de prazo mais longo fará com que o impacto na ponta final seja diluído. Dessa forma, os consumidores sentirão pouco os efeitos do afrouxamento monetário em suas parcelas e taxas de financiamento.

Segundo a Anefac, as taxas de juros médias para pessoas físicas passarão de 126,23% para 125,22% ao ano, e para pessoas jurídicas, de 62,21% para 61,46% ao ano. Ou seja, as reduções são relativamente modestas e não devem alterar drasticamente o cenário para os tomadores de crédito.

+++ Por que o Copom não realizou um corte maior na taxa Selic? Entenda os motivos

Anefac também analisou o impacto da nova taxa Selic nos rendimentos da poupança

A simulação da Anefac mostra que, em empréstimos de valores relativamente baixos e prazos curtos, como na compra de uma geladeira parcelada em 12 vezes, a economia para o consumidor será mínima. Por outro lado, a medida pode beneficiar mais aqueles que contratam empréstimos de alto valor e prazos mais longos, como no financiamento de automóveis.

Além disso, a Anefac também analisou o impacto da nova taxa Selic nos rendimentos da poupança. A poupança tem rendido menos que os fundos de investimento em diversas situações, principalmente quando a taxa de administração dos fundos é baixa e o prazo da aplicação é maior. Apenas em casos de prazos curtos e taxas de administração elevadas, a poupança supera os fundos de investimento.

A poupança tem se mostrado menos atrativa para investidores devido ao seu rendimento limitado, especialmente com o aumento da taxa Selic acima de 8,5% ao ano desde dezembro de 2021. Mesmo com a isenção de impostos, os rendimentos da poupança são menores em comparação com outras opções de investimento.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.