MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Cuidado! Receita Federal alerta para site falso de leilões eletrônicos

Receita Federal usou as redes sociais nesta quarta (22) para alertar sobre site falso que simula sistema leilões eletrônicos; Veja como evitar fraudes

Fachada da Receita Federal
Fachada da Receita Federal - Agência Brasil - Site falso simula leilões
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 22/03/2023, às 19h57

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A Receita Federal usou as redes sociais nesta quarta-feira (22) para alertar sobre site falso de leilões eletrônicos. O endereço eletrônico fraudulento simula o Sistema de Leilão Eletrônico oficial da instituição. 

Embora pareça o site da Receita, por utilizar do logotipo e seja visualmente semelhante, o órgão federal reitera que se trata de uma fonte não confiável. Além disso, o site do sistema de leilões é o gov.br/receitafederal/pt-br/assuntos/leilao.

"A fim de se assegurar que está consultando o site correto da Receita Federal, verifique se no endereço (URL), assim como o de todos os sítios governamentais, há a extensão '.gov.br'", acrescentou a Receita. 

+ Copom mantém taxa de juros praticada desde agosto de 2022; a maior em seis anos

Saiba como evitar fraudes 

Antes de dar o próximo passo e efetivar um ótimo negócio é importante ter atenção e pesquisar com antecedência sobre o site escolhido para fazer a compra. Por isso, pesquise a empresa responsável pelo endereço eletrônico. 

Neste caso, confira o histórico da companhia, notícias que possam estar vinculadas e possíveis reclamações na internet, além de verificar se o negócio tem endereço fixo e contato para atendimento aos clientes. 

Uma ótima ferramenta para fazer uma busca sobre a idoneidade de um organizador de leilões, trata-se do site “Reclame Aqui”, onde o cliente pode ver um histórico de qualidade baseado na avaliação dos clientes. 

O próximo passo é certificar-se de que o site é legítimo, já que golpistas costumam copiar o nome de sites legítimos que organizam leilões e alteram apenas o endereço virtual, no caso a URL. Portanto, fique atento a erros de digitação em uma URL e sinais de indicam que aquele site não segue o padrão. 

Outro ponto é desconfiar de links enviados por aplicativos de mensagens instantâneas, como o WhatsApp ou Telegram. Caso desconfie ou tenha alguma dúvida, procure o site oficial no Google e confira as redes sociais oficiais da empresa.   

Muito cuidado com a realização de pagamento adiantado. Esse tipo de quitação só é realizado após o item ser arrematado em leilão pelo consumidor. Esse pagamento é feito à vista depois da realização da compra. Apenas existem duas formas legais de pagamento: em caso de leilões extrajudiciais é por meio de boleto e em leilão judicial, por uma guia judicial. 

Desconfie de leilões que ofereçam PIX ou outras formas de pagamento, já que esses documentos são emitidos pelo leiloeiro e enviados ao arrematante no prazo descrito no edital.  

Os preços abaixo aos praticados no mercado pode ser um indicativo de que tem algo errado com o leilão. Apenas confie em empresas que comprovadamente sejam idôneas, ou seja, sólidas e com histórico conhecido no mercado.  

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.