MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Dia das Crianças: preço dos brinquedos estão mais caros em lojas virtuais

Levantamento de preços feito pelo Procon revelou discrepâncias nos valores de 100 brinquedos. Três dos 13 Três dos sites avaliados foram notificados pela autarquia

Procon alerta contra a divulgação de dados pessoais ou envio de fotos por meio de links
Procon alerta contra a divulgação de dados pessoais ou envio de fotos por meio de links - Canva/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 04/10/2023, às 12h48

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Um levantamento de preços conduzido pelo Procon do estado do Rio de Janeiro (Procon-RJ) revelou discrepâncias nos valores de 100 brinquedos, com variações de até 251%. A pesquisa, realizada entre 25 de setembro e 2 de outubro, focou em 13 lojas virtuais voltadas para o Dia das Crianças e teve como objetivo destacar as diferenças de preços que os consumidores podem encontrar ao realizar compras em diferentes locais.

Três dos sites avaliados foram notificados pelo Procon-RJ devido a irregularidades na divulgação de preços que poderiam potencialmente induzir os consumidores ao erro. Esses sites terão um prazo de 48 horas para corrigir essas irregularidades após a notificação.

O levantamento considerou o menor preço encontrado quando um mesmo produto estava disponível em várias lojas, e os resultados estão disponíveis para acesso público. Os números do estudo apontam para variações de 251% em um jogo e 235% em um quebra-cabeça. Por outro lado, a menor variação foi observada em um lançador com acessórios, com uma diferença de apenas 12% entre lojas diferentes.

O presidente do Procon Estadual, Cássio Coelho, destacou a Agência Brasil que o comércio eletrônico está previsto para experimentar um aumento de 8% nas vendas no Dia das Crianças deste ano, em comparação com o ano passado, de acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (Abcomm).

+++ Greve dos trabalhadores: veja curiosidades de 5 movimentos que transformaram a história

Procon alerta contra a divulgação de dados pessoais ou envio de fotos por meio de links

O Procon sugere que as pessoas pesquisem cuidadosamente, pois produtos idênticos podem apresentar grandes variações de preço entre diferentes lojas. Eles também aconselham que os compradores online estejam atentos ao prazo de entrega e às especificações do produto, verifiquem a classificação etária adequada e procurem o selo do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) para garantir a qualidade e a segurança dos brinquedos.

O Procon-RJ também enfatiza a importância de verificar os rótulos para evitar produtos que possam causar intoxicações ou alergias em crianças. A autarquia alerta contra a divulgação de dados pessoais ou envio de fotos por meio de links, aplicativos de mensagens, e-mails ou sites desconhecidos, recomendando a busca por sites confiáveis como o consumidor.gov.br.

Eles também aconselham os consumidores a ficarem atentos às políticas de troca de cada loja, lembrando que ela não é obrigatória. Os consumidores têm o direito de se arrependerem de compras realizadas pela internet, telefone ou catálogo, podendo fazê-lo em até sete dias após a aquisição, independente do motivo, e têm direito ao reembolso do valor pago, incluindo o frete.

A autarquia reforça a importância de sempre solicitar a nota fiscal, independentemente da modalidade de compra. Mais informações podem ser encontradas no site oficial do Procon-RJ.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.