MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Elon Musk declara que salvou o Twitter da falência

Elon Musk destacou que o trabalho no Twitter foi árduo, visto que ele administra outras grandes empresas, e que não desejaria essa dor para ninguém

Elon Musk declara que salvou o Twitter da falência
Getty Images
Victor Meira

Victor Meira

victor@jcconcursos.com.br

Publicado em 06/02/2023, às 17h57

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Elon Musk afirma ter salvado o Twitter da falência. Segundo ele, a empresa está agora no "caminho do breakeven", fenômeno do mercado financeiro em que os  gastos e receitas estão equilibrados. A declaração do bilionário foi realizada, nesta segunda-feira (06), no Twitter dele. 

O sul-africano descreveu os últimos três meses como "extremamente difíceis". Além disso, ele relatou a tarefa desafiadora de equilibrar seu trabalho no Twitter junto com as outras empresas que ele administra, a Tesla e a SpaceX. Musk admite que não é uma tarefa fácil cuidar de tantas empresas relevantes ao mesmo tempo. 

+Ministro volta atrás sobre fim de modalidade de saque do FGTS; saiba tudo

De acordo com Musk, a quantidade de usuários ativos diariamente no Twitter e o tempo de utilização dos usuários "ainda são robustos". Isso significa que o número de pessoas usando o Twitter diariamente e o tempo que cada pessoa passa na plataforma ainda são significativos e mantêm-se em um nível elevado. 

O bilionário finaliza o post agradecendo o apoio dos usuários do Twitter. 

+INSS: aposentados podem receber até R$ 7.507,49 nesta segunda. Saiba mais

Elon Musk já citou ameaça da falência do Twitter

No ano passado, Musk citou que havia o risco do Twitter falir. Vale lembrar ele comprou a rede social por US$ 44 bilhões e posteriormente injetou mais US$ 27 bilhões na empresa.

Uma eventual falência do Twitter afetaria Elon Musk, já que os acionistas são normalmente os últimos a receber durante a reestruturação. Além disso, outros investidores, incluindo Sequoia Capital, Binance e Qatar Investment Authority, também poderiam sofrer perdas significativas.

Grandes bancos americanos, como Morgan Stanley e Bank of America, também têm um papel importante na situação, já que eles aportaram US$ 13 bilhões na rede social. Embora esses bancos tenham uma proteção financeira que permitiria a recuperação de cerca de US$ 10 bilhões em caso de falência do Twitter, ainda assim haveria perdas significativas para todos os investidores, incluindo Elon Musk.

A situação financeira do Twitter é uma preocupação constante para os investidores e acionistas, e uma falência teria impactos significativos no setor de tecnologia e na economia global. A revista Dow Jones Newswire projeta que os grandes bancos possuem uma rede de proteção financeira, mas isso não impede que haja perdas para todos os investidores em caso de falência do Twitter. Portanto, a ameaça de falência da rede social é uma questão a ser monitorada de perto por todos os envolvidos.

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.