MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Entenda o Pix Parcelado: uma alternativa aos cartões de crédito com juros

No Pix Parcelado, os clientes podem realizar pagamentos mesmo sem saldo suficiente em suas contas. Algumas instituições financeiras que já oferecem essa modalidade

Algumas instituições financeiras que já oferecem essa modalidade incluem o Nubank
Algumas instituições financeiras que já oferecem essa modalidade incluem o Nubank - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 11/09/2023, às 21h29

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O Pix, sistema de pagamento instantâneo desenvolvido pelo Banco Central, consolidou-se como a preferência dos brasileiros, superando até mesmo os tradicionais cartões de crédito e débito. Com a capacidade de realizar transferências a qualquer hora, sete dias por semana, o Pix tornou-se uma parte essencial do cenário financeiro do país. No entanto, agora, uma nova modalidade está se tornando cada vez mais visível: o Pix Parcelado.

Embora ainda não tenha um nome definitivo ou uma data de lançamento confirmada, o Pix Parcelado já está disponível em alguns bancos digitais e fintechs, oferecendo aos clientes a oportunidade de parcelar pagamentos de maneira semelhante ao cartão de crédito, com a diferença de que os juros são cobrados pelo banco após o pagamento.

No Pix Parcelado, os clientes podem realizar pagamentos mesmo sem saldo suficiente em suas contas e, posteriormente, arcar com os encargos financeiros impostos pelo banco. Normalmente, o limite de crédito está vinculado ao limite do cartão de crédito do cliente, e as taxas de juros aumentam à medida que o número de parcelas contratadas aumenta.

+++ Mudança na vacinação contra polio: tudo que você precisa saber

Algumas instituições financeiras que já oferecem essa modalidade incluem o Nubank

Para quem envia o Pix, a operação é praticamente indistinguível de uma transferência normal, e o recebedor não percebe nenhuma diferença significativa. A opção de parcelamento é apresentada ao cliente de forma acessível sempre que realiza uma transferência ou pagamento no aplicativo bancário.

Algumas instituições financeiras que já oferecem essa modalidade incluem o Nubank, que permite aos clientes escolher entre o saldo em conta ou o limite do cartão de crédito para quitar um Pix. No entanto, é importante notar que essa conveniência pode custar caro, com taxas de juros que podem aumentar significativamente o valor total pago, dependendo das condições e do perfil do cliente.

Outros bancos, como Itaú, Bradesco, Santander, Banco do Brasil e Banco Pan, também autorizam o parcelamento do Pix com juros. O Santander, por exemplo, permite parcelamentos em até 24 vezes, desde que o valor mínimo seja de R$ 100.

No entanto, os especialistas recomendam cautela ao optar por essa modalidade de pagamento. Ivan Habe, sócio líder de pagamentos da EY, alerta que o Pix Parcelado se assemelha a um empréstimo pessoal que os clientes devem considerar não apenas os juros do parcelamento, mas também as taxas por inadimplência ou pagamento atrasado.

+Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.