MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Google lança plataforma concorrente ao Chat GPT, mas IA dá informação imprecisa

Google divulgou um anúncio mostrando as primeiras impressões da Bard, a IA concorrente ao Chat GPT

Google lança plataforma concorrente ao Chat GPT, mas IA dá informação imprecisa
Reprodução
Victor Meira

Victor Meira

victor@jcconcursos.com.br

Publicado em 08/02/2023, às 17h16

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O Chat GPT é a maior sensação da internet em 2023. A ferramenta é uma inteligência artificial que permite a criação de diversos conteúdos em uma linguagem adaptada conforme o gosto do usuário. Para muitos, ela irá revolucionar o mercado.

Para não ficar atrás, visto que o Chat GPT tem um investimento pesadíssimo da Microsoft, o Google anunciou, nesta quarta-feira (08), que está desenvolvendo uma inteligência artificial (IA) baseada nos resultados de busca. 

"Ela pode ajudar um padeiro a colaborar com um cliente em um design de um bolo, ou um fabricante de brinquedos a sonhar com uma nova criação", disse o vice-presidente sênior do Google, Prabhakar Raghavan, em evento em Paris.

"À medida que continuamos a trazer tecnologias de IA generativas para nossos produtos, o único limite para a pesquisa será sua imaginação", complementa. 

Propaganda do Google mostra desempenho da IA, mas ela dá uma informação imprecisa

O Google publicou um anúncio no Twitter sobre o seu chatbot de inteligência artificial, a Bard. Contudo, a repercussão não está sendo boa, uma vez que ela apresentou uma informação imprecisa. 

No anúncio, Bard recebe a seguinte pergunta: "Que novas descobertas do Telescópio Espacial James Webb posso contar ao meu filho de 9 anos?"

A IA deu várias respostas, em uma delas, a Bard diz que o telescópio foi utilizado para tirar as primeiras fotos de um planeta fora do sistema solar da Terra (os chamados de exoplanetas). Contudo, essa informação é imprecisa, já que as primeiras fotos foram tiradas pelo Very Large Telescope (VLT), do European Southern Observatory, em 2004, de acordo com a Nasa.

O erro foi detectado um pouco antes do evento do Google em Paris, na França. Raghavan afirmou que a tecnologia pode ser usada para interação com as informações de maneiras novas. Ele ainda destacou que a tecnologia será o futuro do Google. 

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.