MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Governo adia instalação de câmeras nos uniformes da Polícia Militar do RJ

O anúncio foi feito nesta sexta (13) pelo governo do RJ. A instalação das câmeras nos uniformes da Polícia Militar estava prevista para segunda (16)

Pedro Miranda* | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 13/05/2022, às 17h40

A instalação das câmeras nos uniformes da Polícia Militar estava prevista para segunda (16)
A instalação das câmeras nos uniformes da Polícia Militar estava prevista para segunda (16) - Agência Brasil
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

O governo do estado anunciou nesta sexta-feira (13) o adiamento da implantação das micro câmeras nos uniformes da Polícia Militar do Rio de Janeiro. Prevista para segunda-feira (16), o procedimento precisou ser adiado porque a empresa responsável não conseguiu cumprir o prazo de entrega devido a problemas operacionais. A empresa pediu mais 20 dias de prorrogação.

O estabelecimento deve ser multada pelo atraso, segundo nota do governo estadual. A expectativa é que até o final do primeiro semestre deste ano, 8 mil câmeras estejam em uso pelas unidades de combate da Polícia Militar.

As câmeras foram instaladas como parte de um Programa Estadual de Transparência em Ações de Segurança Pública e Defesa Civil para monitorar a movimentação dos agentes. O projeto deve começar com 2.190 policiais militares de três batalhões da zona sul, seis da zona norte e um do centro.

+++CadÚnico: beneficiários de programas sociais precisam atualizar dados; veja como

Ainda não há previsão de quando a Polícia Militar do RJ deverar receber o equipamento 

O cronograma inicial previa ampliar o uso de câmeras no Vale do Paraíba e os batalhões de Três Rios em Nova Friburgo, Petrópolis e Teresópolis na região serrana até o final de maio; outros batalhões até o final de junho. O governo do estado ainda não anunciou um novo cronograma.

A lei para equipar os uniformes da polícia do Rio de Janeiro com câmeras foi aprovada pelo governador Cláudio Castro em junho do ano passado, mas uma lei promulgada há 12 anos exigia o uso de câmeras em viaturas policiais.

No Réveillon de 2021, o aparelho foi testado por policiais que atuam em Copacabana, zona sul da cidade. No total, 160 dispositivos registraram atividades e abordagens. Os agentes da Operação Lei Seca também fizeram blitz durante o feriado de Ano Novo com 40 câmeras operacionais portáteis instaladas nas fardas.

Estagiário sob supervisão do jornalista Jean Albuquerque

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.