MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Governo de SP bloqueia acesso a aplicativos e plataformas de streaming em escolas estaduais

Uso de celulares em ambientes escolares é um tema amplamente debatido. Medida visa otimizar a infraestrutura tecnológica para o desenvolvimento pedagógico dos estudantes

Secretaria de Educação de SP destacou que a medida não está relacionada ao incidente de 2023
Secretaria de Educação de SP destacou que a medida não está relacionada ao incidente de 2023 - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 05/02/2024, às 22h22

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A partir desta segunda-feira (5), o governo de São Paulo anunciou a suspensão do acesso a diversos aplicativos e plataformas de streaming nas escolas estaduais, abrangendo tanto o ambiente pedagógico quanto o administrativo, incluindo alunos e funcionários.

📲 Junte-se ao canal de notícias do JC Concursos no WhatsApp

A medida visa otimizar a infraestrutura tecnológica para o desenvolvimento pedagógico dos estudantes, conforme informou a Secretaria da Educação. O bloqueio já estava em vigor para os estudantes desde fevereiro de 2023, visando restringir o acesso a aplicativos e plataformas sem fins educativos durante as aulas.

O uso de celulares em ambientes escolares é um tema amplamente debatido, com diferentes perspectivas sobre seu impacto na aprendizagem e socialização dos estudantes.

Secretaria de Educação de SP destacou que a medida não está relacionada ao incidente de 2023

Na lista de aplicativos e plataformas suspensos, estão incluídos o TikTok, Kwai, Facebook, Instagram, GloboPlay, Roblox, Netflix, Prime Video, Twitter, Twitch, HBO Max, Disney+ e Steam. A restrição abrange tanto a rede Wi-Fi quanto a rede cabeada das escolas.

A Secretaria de Educação destacou que a medida não está relacionada ao incidente de agosto de 2023, quando um aplicativo da Secretaria foi instalado sem consentimento nos dispositivos de pais, alunos e professores, resultando na perda de acesso a outras plataformas. Na ocasião, a comunidade escolar relatou dificuldades no acesso ao e-mail institucional e ao "Classroom", onde ficam as tarefas das aulas.

O governo de São Paulo ressaltou que a decisão atual tem como foco a otimização do ambiente educacional, não guardando relação com o erro ocorrido no ano anterior. O debate sobre o uso de dispositivos móveis em sala de aula continua a ser tema de reflexão e discussão entre educadores e especialistas em educação.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.