MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Governo SP corta orçamento para compra de câmeras policiais

O governo Tarcísio de Freitas redirecionou R$ 11 milhões do programa de câmeras corporais da Polícia Militar para ações ostensivas e diárias da PM. Saiba mais sobre essa decisão e suas repercussões!

Governo SP corta orçamento para compra de câmeras policiais
Agência Brasil
Victor Meira

Victor Meira

victor@jcconcursos.com.br

Publicado em 21/08/2023, às 13h20

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Em meio a discussões sobre a segurança pública e o uso de tecnologias para monitoramento e transparência, o governo Tarcísio de Freitas (Republicanos) tomou a decisão de redirecionar recursos destinados ao programa de câmeras corporais da Polícia Militar.

No Diário Oficial da última sexta-feira (18), foi divulgado que R$ 11 milhões originalmente destinados ao programa foram remanejados para ações de polícia ostensiva e diárias da PM.

+Banco Central vê piora no IPCA com aumento de combustíveis. Veja Boletim Focus da semana

Uma pesquisa conduzida pela federação composta pelos partidos PT, PCdoB e PV na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) revela que a alocação de recursos foi reduzida de R$ 152 milhões para R$ 136 milhões. Até agora, o governo só utilizou R$ 45 milhões do montante planejado para este ano com essa finalidade.

Para o jornal Folha de São Paulo, o coronel Pedro Luís Souza Lopes, chefe da assessoria da PM da SSP (Secretaria de Segurança Pública), disse que essa medida não representa um corte no orçamento das câmeras, mas sim um remanejamento emergencial para atender às demandas de gastos extras com diárias especiais dos policiais. 

Ele assegura que os três contratos referentes ao programa de câmeras serão integralmente pagos pelo governo até o término de seus vencimentos, no final deste ano.

+Bolsa Família: mais de 21 milhões de pessoas recebem o benefício; veja o calendário de pagamentos

Já temos poucos policiais usando, mesmo com a eficiência das câmeras já comprovadas. Por que interromper um programa que estava dando certo e que tem a aprovação da maior parte da população? O governador Tarcísio de Freitas deve rever essa decisão e dar respostas a população de São Paulo”, questionou Suplicy no Instagram. 

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.