MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

GRANDE VITÓRIA nesta semana para aposentados que recebem mais que o mínimo

INSS começa nesta segunda-feira (2) calendário de setembro para aposentados e pensionistas que recebem mais do que um salário mínimo (R$ 1.320)

Presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT)
Presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - Agência Brasil/Arquivo
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 01/10/2023, às 10h42

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Uma grande vitória nesta segunda-feira (2) para aposentados que recebem mais do que um salário mínimo (R$ 1.320). O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começa a liberar o calendário de setembro para este grupo. 

Até o final de todas as datas, serão beneficiados cerca de 37 milhões de segurados. Habitualmente, recebem primeiro os beneficiários que ganham um salário mínimo (R$ 1.320), entre 25 de setembro e 6 de outubro. Já os segurados que recebem mais do que o mínimo, o pagamento tem início a partir de amanhã. 

Para consultar os valores deste mês, os canais para checar essas informações são do site ou do aplicativo MEU INSS, disponível para os sistemas (Android e iOS).

Para aqueles que não possuem acesso à internet, podem realizar a consulta ligando para a Central de Atendimento do INSS, no número 135, de segunda-feira a sábado, das 7h até às 22h, no horário de Brasília.

+ Economia no bolso: Conta de luz mantém bandeira verde em outubro!

Calendário de setembro do INSS 

Assim como nos meses anteriores, o calendário de pagamentos do INSS para setembro segue o critério do penúltimo dígito do Número do Benefício (NB). O dígito relevante é o que aparece imediatamente antes do traço verificador no formato: 000.000.000-0.

Normalmente, os pagamentos começam nos últimos cinco dias úteis do mês de referência e se estendem até os cinco primeiros dias úteis do mês subsequente. Além disso, eles são divididos em dois cronogramas, dependendo do valor do benefício. Confira abaixo:

Até um salário mínimo (R$ 1.320)

  • Penúltimo dígito 1 - 25 de setembro - já pago;
  • Penúltimo dígito 2 - 26 de setembro - já pago;
  • Penúltimo dígito 3 - 27 de setembro - já pago;
  • Penúltimo dígito 4 - 28 de setembro - já pago;
  • Penúltimo dígito 5 - 29 de setembro - já pago;
  • Penúltimo dígito 6 - 2 de outubro;
  • Penúltimo dígito 7 - 3 de outubro;
  • Penúltimo dígito 8 - 4 de outubro;
  • Penúltimo dígito 9 - 5 de outubro;
  • Penúltimo dígito 0 - 6 de outubro.

Acima de um salário mínimo

  • Penúltimo dígito 1 e 6 - 2 de outubro;
  • Penúltimo dígito 2 e 7 - 3 de outubro;
  • Penúltimo dígito 3 e 8 - 4 de outubro;
  • Penúltimo dígito 4 e 9 - 5 de outubro;
  • Penúltimo dígito 5 e 0 - 6 de outubro.

Parcela extra? 

O INSS informou que 706 mil aposentados, pensionistas e beneficiários que residem no Estado do Rio Grande do Sul irão receber o pagamento antecipado neste mês e poderão solicitar parcela extra. 

A antecipação é uma das várias medidas de apoio destinadas aos municípios da Região Sul que sofreram os impactos do ciclone extratropical no início de setembro. Em setembro, um total de 79 municípios no Rio Grande do Sul terá seus depósitos do INSS adiantados.

Consequentemente, todos os beneficiários que residem nessas localidades afetadas terão a oportunidade de sacar seus benefícios do INSS já no primeiro dia do calendário de pagamentos, em 25 de setembro, independentemente do último dígito do benefício ou do seu valor, sendo maior ou até um salário mínimo.

O governo informa que a parcela extra deve ser solicitada no banco no qual o segurado normalmente recebe seu benefício. Essa quantia é parcelada em 36 vezes, sem juros, com correção monetária a partir do terceiro mês da opção. 

Ainda sobre o assunto, a Previdência detalhou que a análise da opção de benefício extra é realizada em até 5 dias úteis, embora haja situações em que o valor é liberado imediatamente, caso haja disponibilidade de recursos.

Além disso, os benefícios programados para acabar antes da 36ª parcela, a quantidade será ajustada de modo a assegurar o pagamento integral. Veja abaixo a lista de municípios afetados: 

  1. Caxias do Sul
  2. Coqueiros do Sul
  3. Cachoeira do Sul
  4. Palmeiras das Missões
  5. Boa Vista das Missões
  6. Passo Fundo
  7. Sarandi
  8. Getúlio Vargas
  9. Lajeado do Bugre
  10. Santo Expedito do Sul
  11. Mato Castelhano
  12. Erechim
  13. Santa Maria
  14. Ibiraiaras
  15. Nova Bassano
  16. São Jorge
  17. Bento Gonçalves
  18. Protásio Alves
  19. Marau
  20. Casca
  21. Estação
  22. André da Rocha
  23. Vacaria
  24. Cruz Alta
  25. Chapada
  26. Montauri
  27. Santo Antônio do Palma
  28. Água Santa
  29. Nova Araçá
  30. Campestre da Serra
  31. Carlos Barbosa
  32. Camargo
  33. Panambi
  34. São Domingos do Sul
  35. Sagrada Família
  36. Paraí
  37. Jacuizinho
  38. Lagoão
  39. Santo Ângelo
  40. Boa Vista do Buricá
  41. Sede Nova
  42. Eugênio de Castro
  43. Santo Cristo
  44. Farroupilha
  45. São Sebastião do Caí
  46. Jaguarí
  47. Ciríaco
  48. Sertão
  49. Muliterno
  50. Candelária
  51. Lajeado
  52. David Canabarro
  53. Estrela
  54. Arroio do Meio
  55. Montenegro
  56. Novo Hamburgo
  57. Encantado
  58. Muçum
  59. Roca Sales
  60. Colinas
  61. Imigrantes
  62. Santa Tereza
  63. Sapiranga
  64. Cachoeirinha
  65. Vanini
  66. Nova Roma do Sul
  67. Serafina Corrêa
  68. Bom Retiro do Sul
  69. Cotiporã
  70. São Nicolau
  71. Cruzeiro do Sul
  72. Bom Jesus
  73. Ipê
  74. Espumoso
  75. Charqueadas
  76. Coxilha
  77. Taquari
  78. Itapuca
  79. São Jerônimo

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.