MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Inflação semanal sobe mesmo com forte queda na energia elétrica; Entenda

O IPC-S é um dos principais indicadores sobre a inflação semanal do Brasil, que é medido pelo FGV-Ibre. Ele é usado como referência para reajuste de salarios e tarifas de serviços

Victor Meira | victor@jcconcursos.com.br
Publicado em 09/05/2022, às 08h59

Moedas de R$ 1
Moedas de R$ 1 - Divulgação - Inflação semanal
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

A inflação semanal, que é medida pelo IPC-S (Índice de Preços ao Consumidor - Semana), subiu 0,83% na primeira quadrissemana de maio. Com o resultado, o indicador acumulado nos últimos 12 meses ficou em 10,64%. Dessa forma, a taxa ficou em uma faixa de estabilidade e interrompeu uma tendência de queda, que já vinha sendo observada desde a segunda semana de abril.

Confira abaixo um gráfico que mostra a evolução da inflação semanal acumulada em 12 meses:

Gráfico sobre a inflação semanal (IPC-S)
Divulgação FGV-Ibre

Os dados foram divulgados, na manhã desta segunda-feira (09), pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV-Ibre).

Inflação Semanal: Confira os resultados do IPC-S

De acordo com a pesquisa, cinco das oitos classes de despesas do IPC-S apresentaram queda em suas taxas inflacionárias. Ou seja, apesar da alta na inflação semanal, a maioria das classes apresentaram um recuo nos preços. 

+Trabalhador optou por não realizar o resgate do FGTS? Saiba o que acontece

A maior contribuição para a taxa não ficar tão alta foi do grupo de Habitação, cuja taxa passou de uma deflação (queda nos preços) de 0,69% para uma queda de 1,69%. Segundo o FGV-Ibre, nesta classe de gastos, vale destacar o comportamento da eletricidade residencial, em que a redução de preços bateu a marca negativa de 10,78%.

Também registraram queda em suas taxas de variação os grupos: 

  • Transportes (2,13% para 1,53%);
  • Vestuário (1,26% para 1,09%);
  • Despesas Diversas (0,70% para 0,59%);
  • Comunicação (-0,02% para -0,04%). 

Nestas classes de gastos, vale ressaltar sobre o comportamento dos itens: gasolina (3,19% para 1,94%), calçados femininos (1,53% para 0,12%), conserto de bicicleta (1,80% para 0,39%) e mensalidade para internet (-0,40% para -0,51%).

+Precisa atualizar seu currículo? Google oferece cursos profissionalizantes

Por outro lado, os grupos de Educação, Leitura e Recreação (2,51% para 3,36%), Saúde e Cuidados Pessoais (1,14% para 1,29%) e Alimentação (1,58% para 1,59%) subiram os preços na primeira semana de maio. Nestas classes de despesa, vale citar os itens: passagem aérea (14,38% para 17,76%), artigos de higiene e cuidado pessoal (0,67% para 1,26%) e doces e chocolates (-2,95% para -0,58%).

Veja abaixo uma aula sobre a importância da sociologia nos concursos públicos:

*com informações do FGV-Ibre

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.