MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Integração de documentos: RG poderá deixar de existir nos próximos anos

Brasileiros terão RG substituído pelo CPF com emissão da Carteira de Identidade Nacional (CIN), que passará a ser disponibilizada em todo país em março

Novo modelo do documento de identificação do Brasil
Novo modelo do documento de identificação do Brasil - Divulgação - RG
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 22/02/2023, às 15h24

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A integração de documentos com a nova Carteira de Identidade Nacional (CIN) — novo RG — que passará a ser obrigatoriamente emitida nos estados em março, o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) irá substituir o RG como número de identidade. 

O novo documento vem sendo emitido em alguns estados desde o ano passado. Ao longo do temo, em 10 anos, a CIN substituirá todos os RGs do país. Neste caso, objetivo é o de diminuir a ocorrência de fraudes e a burocracia. 

A substituição tem como justificativa porque o CPF tem número único gerado pela Receita Federal e vale em todo o país. Já o RG, é de responsabilidade dos estados e até pouco tempo era possível emitir um RG diferente em cada Estado. 

+ Segunda parcela do IPVA 2023 vence amanhã para donos DESTES veículos em SP

Veja como RG poderá deixar de existir 

Assim como no RG, o CPF passará a ser usado como número identificador em quase todos os outros documentos pessoais. O intuito é o de que o governo possa visualizar todas as informações de um cidadão, a exemplo da Carteira de Habilitação (CNH), Título de Eleitor, Carteira de Trabalho e outros. 

Como mencionado, a mudança não ocorrerá de maneira imediata. Com isso, não é necessário que usuários corram para atualizar os seus documentos. Esse procedimento pode ser realizado após o vencimento dos documentos. 

Alguns documentos não precisarão ser renovados, é o cado dos documentos já existentes, como o título de eleitor. A seguir, de acordo com levantamento realizado pelo UOL, veja todos os documentos que irão passar a ter o número do CPF:

  • Certidão de nascimento;
  • Certidão de casamento;
  • Certidão de óbito;
  • Documento Nacional de Identificação (DNI);
  • Número de Identificação do Trabalhador (NIT);
  • Número do Programa de Integração Social (PIS) ou do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep);
  • Cartão Nacional de Saúde;
  • Título de eleitor;
  • Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS);
  • Número da Permissão para Dirigir ou Carteira Nacional de Habilitação (CNH);
  • Certificado militar;
  • Carteira profissional expedida pelos conselhos de fiscalização de profissão regulamentada; e outros certificados de registro e números de inscrição existentes em bases de dados públicas federais, estaduais, distritais e municipais.

Prazo para as mudanças 

Os antigos RGs serão substituídos pelo CIN até fevereiro de 2032. A primeira cópia de um novo cartão de identificação é emitida gratuitamente. Também não há custo para atualizar a documentação. Os custos de cópias duplicadas só serão incorridos em caso de perda, furto ou furto.

Os prazos para atualização pelo novo documento são diferentes a partir da idade do cidadão. Isto é, quem possui idade de 0 a 12 anos, o documento tem validade de 5 anos. Já de 12 a 60 anos incompletos, o prazo é de 10 anos e a partir dos 60 anos, o documento passa a ter validade indeterminada. 

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.