MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Itália quer proibir TikTok em celulares de servidores públicos; entenda

O governo italiano está seguindo a orientação da Comissão Europeia que já havia decidido a proibição do TikTok nos celulares dos servidores públicos

Itália quer proibir TikTok em celulares de servidores públicos; entenda
Divulgação TikTok e Freepik
Victor Meira

Victor Meira

victor@jcconcursos.com.br

Publicado em 25/02/2023, às 17h46

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Neste sábado (25), o Ministro responsável pela Administração Pública na Itália, Paolo Zangrillo, anunciou que o governo está analisando a possibilidade de proibir o uso do TikTok nos celulares dos servidores públicos do país. A decisão segue uma decisão da Comissão Europeia. A informação é da Ansa, a principal agência de notícias da Itália. 

"O tema está recebendo atenção há alguns dias. Sobre esse assunto, o Copasir [Comitê Parlamentar para Segurança da República] já está empenhado, mas é evidente que o meu ministério, que tem mais de 3,2 milhões de funcionários, está fortemente envolvido. As opções podem ser seguir a Comissão Europeia ou tomar outra medida", disse Zangrillo ao jornal "La Repubblica".   

O ministro ainda ressaltou que o assunto também deve ser debatido interministerialmente na próxima semana visto que ele exige "rapidez". "Vamos tomar uma decisão rápida. Agora, é preciso compreender bem qual é efetivamente a profundidade dos riscos ligados à segurança nacional", pontuou.   

De acordo com a ANSA, a decisão divulgada pelo Executivo europeu no dia 23 teve como justificativa a necessidade de "proteger os dados do bloco e aumentar a segurança cibernética".

+Conta de luz continua sem acréscimo em março, decide Aneel

Comissão Europeia já havia proibido acessos ao TikTok

O departamento de tecnologia da informação da Comissão Europeia solicitou que os funcionários desinstalem o aplicativo TikTok de seus telefones de serviço, bem como de dispositivos pessoais que usam aplicativos corporativos, citando preocupações com a segurança cibernética. 

Os funcionários receberam um e-mail na manhã de quinta-feira (23) com instruções para desinstalar o aplicativo chinês o mais rápido possível, até 15 de março. O comissário da UE para Mercados Internos, Thierry Breton, afirmou que a medida é para proteger os colegas e conversou com o diretor executivo do TikTok, Shou Zi Chew, sobre questões de privacidade de dados. 

+Governo busca parcerias com empresas para dar empregos para quem recebe o Bolsa Família

O Conselho da União Europeia também anunciou que proibirá o aplicativo de compartilhamento de vídeos em seus telefones de serviço. Em resposta, a empresa chinesa argumentou que a proibição é baseada em concepções falsas e equivocadas de sua plataforma.

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.