MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Lula afirma que está “extremamente satisfeito” com 6 meses de governo

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva realizou uma entrevista nas redes sociais, onde destacou seu contentamento com o trabalho realizado nos primeiros seis meses de governo

Lula afirma que está “extremamente satisfeito” com 6 meses de governo
Ricardo Stuckert/PR
Victor Meira

Victor Meira

victor@jcconcursos.com.br

Publicado em 13/06/2023, às 13h10

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) concedeu uma entrevista nas suas redes sociais, intitulada "Conversa com o Presidente", para fazer um balanço dos primeiros seis meses de seu governo. Durante a conversa, Lula expressou que está “extremamente satisfeito” com o trabalho realizado até o momento, enfatizando o esforço de reconstrução em um país que ele descreveu como "destruído".

Lula ressaltou que a tarefa de reformar e reconstruir é muito mais desafiadora do que iniciar algo novo. Ele mencionou a existência de um grande número de políticas públicas que haviam sido bem-sucedidas anteriormente e decidiu recriá-las. A partir de 2 de julho, o governo lançará um amplo programa de obras e desenvolvimento nacional, abrangendo diversas áreas de infraestrutura.

+Carreira policial: veja os próximos concursos públicos previstos para 2023

Durante a entrevista, o presidente revelou ter encontrado cerca de 14 mil obras paralisadas ao assumir o governo, sendo 4 mil apenas na área da educação. Ele pediu paciência ao povo brasileiro, assegurando que seu governo não propagará fake news. 

Lula comparou governar a plantar uma árvore, onde é necessário regar, oferecer luz solar e esperar pelos frutos. Diante disso, o país está passando por uma fase de amadurecimento para pegar os frutos no futuro. 

Lula destacou a importância de recuperar a capacidade do mercado interno brasileiro e mencionou que tem combinado viagens dentro e fora do país para cumprir esse objetivo. Ele afirmou que o Brasil estava "aleijado" em termos de política internacional, indicando a intenção de fortalecer as relações internacionais.

Além disso, Lula mencionou a importância da previsibilidade para o crescimento econômico do país. Ele citou seu encontro com a diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, onde discutiram a situação dos países da América Latina. O presidente desafiou as previsões do FMI, afirmando que a economia brasileira crescerá muito mais do que o estimado pela instituição.

+Educação: concursos públicos em alta no setor; veja inscrições abertas no Brasil

Lula exalta Desenrola Brasil 

Outro ponto relevante abordado durante a entrevista foi o programa Desenrola Brasil, que visa a renegociação de dívidas e a redução da inadimplência. O programa beneficiará devedores e credores, especialmente pessoas que ganham até dois salários mínimos e estão inscritas no Cadastro Único (CadÚnico), permitindo que saldem suas dívidas de até R$ 5 mil.

Lula expressou preocupação com os cerca de 72 milhões de brasileiros endividados e ressaltou o desejo de ajudar aqueles que utilizaram o cartão de crédito para comprar comida ou enfrentar os impactos da pandemia. 

O presidente enfatizou o compromisso de encontrar soluções para que essas pessoas possam retomar a normalidade financeira.

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil  no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.