MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Mapa da Inadimplência: Brasil registra primeira queda de negativados em 2023

A última vez que o indicador do Serasa havia registrado redução foi em dezembro de 2022. Veja os estados com maior número de negativados

Veja os estados com maior número de negativados
Veja os estados com maior número de negativados - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 21/07/2023, às 20h17

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Conforme o Mapa da Inadimplência e Renegociação de Dívidas da Serasa, o mês de junho trouxe uma notícia positiva para a economia brasileira, com a primeira queda no número de pessoas inadimplentes em 2023. Foram registrados 71,45 milhões de negativados, representando uma redução de 450 mil pessoas em relação ao mês anterior, equivalendo a uma queda de 0,63%.

A última vez que o indicador havia registrado decréscimo foi em dezembro de 2022. No entanto, ao comparar com junho do ano passado, quando os inadimplentes somavam 66,82 milhões, houve um aumento. O número atual de negativados representa 43,78% da população adulta do Brasil.

Analisando as faixas etárias, a que apresenta maior quantidade de pessoas com nome restrito é a de 41 a 60 anos, representando 34,8% dos negativados. Em seguida, está a faixa de 26 a 40 anos, correspondendo a 34,7% do total de inadimplentes. A faixa etária acima de 60 anos representa 18,1%.

Além disso, houve uma queda no volume total de dívidas, que passou de 264,5 milhões em maio para 262,8 milhões em junho, resultando em uma redução de 0,62%. No entanto, o valor total das dívidas apresentou um aumento de 0,15%, chegando a 346,3 bilhões. O valor médio das dívidas por pessoa ficou em R$ 4.846,15, com um acréscimo de 0,78%.

+++ Febraban alerta para golpes relacionados ao Desenrola Brasil; veja como se prevenir

Veja os estados com maior número de negativados

A nível estadual, o Rio de Janeiro se destaca com o maior percentual de inadimplentes, chegando a 52,8%. Em sequência, estão Amapá (52,72%), Amazonas (52,20%), Distrito Federal (52,05%) e Mato Grosso (50,33%). Em contrapartida, o Piauí é o estado com menos pessoas nessa condição, apresentando um percentual de 36,18%.

A primeira semana do Programa Desenrola Brasil, iniciativa do governo federal, teve um impacto positivo nas negociações de dívidas. A Serasa, parceira de bancos integrantes do programa, registrou quase 900 mil dívidas negociadas somente pelos seus canais, com um aumento de 80% na procura em relação à média de acordos habituais da plataforma.

O programa, que engloba a Faixa 2 e abrange a população com renda de dois salários mínimos - de R$ 2.640 a R$ 20 mil por mês, permite a quitação de dívidas em canais indicados pelos agentes financeiros e possibilita o parcelamento em, no mínimo, 12 prestações.

Além disso, o programa visa retirar do cadastro de devedores os nomes de quem possui dívidas de até R$ 100, beneficiando cerca de 1,5 milhão de pessoas, que poderão voltar a ter acesso ao crédito.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.