MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Metrô SP autoriza entrada GRATUITA no transporte. Veja motivos

Com a greve dos servidores do Metrô SP, governo SP emitiu nota explicando as razões para liberação da entrada GRATUITA

Metrô SP autoriza entrada GRATUITA no transporte. Veja motivos
Divulgação PM SP
Victor Meira

Victor Meira

victor@jcconcursos.com.br

Publicado em 23/03/2023, às 11h07 - Atualizado às 14h30

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Os servidores públicos do Metrô de São Paulo estão em greve na manhã desta quinta-feira (23). Por conta disso, as linhas das linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 15-Prata estão paralisadas. Em resposta a isso, o governo SP divulgou uma nota, em sua conta do Instagram, exigindo o retorno dos trabalhos e ainda autorizou a abertura das catracas, ou seja, a entrada gratuita dos passageiros. 

O Metrô comunicou ao Sindicato dos Metroviários a liberação do funcionamento do sistema com liberação total das catracas (catraca livre, entrada gratuita), de forma a não prejudicar ainda mais a população que depende do transporte”, diz a nota do governo paulista.

+Bolsa Família: Caixa realiza mais um pagamento com novidades; confira

Apesar da liberação, a nota ainda diz que a medida, a catraca livre, deve gerar ainda mais prejuízos financeiros para a companhia. 

Além disso, o Metrô relata que tentou todas as formas de negociação, inclusive com a concessão de benefícios como o pagamento de progressões salariais. Sem contar que a empresa cumpriu integralmente o acordo coletivo de trabalho e as leis trabalhistas. 

+Haddad avalia que comunicado do Copom sobre alta de juros é preocupante

Antes da divulgação da nota, o sindicato tinha a previsão de que as estações voltassem a operar por volta das 11h. 

O Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-2) deferiu, nesta quinta-feira (23), por volta das 10h, uma liminar que determina o funcionamento das linhas em greve do metrô com 80% do serviço nos horários de pico (entre 6h e 10h e entre 16h e 20h) e com 60% nos demais horários.

Metroviários das linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e o monotrilho linha 15-Prata deflagraram greve a partir de hoje, para reivindicar o pagamento da participação nos resultados dos últimos três anos da Metrô, além de soluções para problemas de falta de funcionários e de investimentos.

Em nota, o Metrô disse que não “há justificativa para que o Sindicato dos Metroviários declare greve reivindicando o que já vem sendo cumprido pela empresa”.

A realidade não possibilita o pagamento de abono salarial neste momento, já que a empresa teve significativas quedas de arrecadação pela pandemia e não teve ainda o retorno total da demanda de passageiros, se comparada a 2019”, diz o texto.

*última atualização 14h30: as estações continuam fechadas

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil  no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.