MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Nota do Enem abre portas para a educação superior fora do Brasil. Veja como usar

Estudantes que realizam o Enem têm a possibilidade de concorrer a vagas em instituições de ensino fora do Brasil. Notas também podem ser usadas para concorrer a bolsas de estudo

Estudantes que realizam o Enem têm chance de concorrer a vagas em instituições fora do Brasil
Estudantes que realizam o Enem têm chance de concorrer a vagas em instituições fora do Brasil - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 18/10/2023, às 19h48

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) desempenha um papel crucial como porta de entrada para a educação superior no Brasil. A pontuação obtida na prova não apenas avalia o desempenho dos estudantes, mas também é usada para garantir vagas em universidades públicas e para concorrer a bolsas de estudo e financiamentos em instituições privadas.

Um dos programas federais mais notáveis que faz uso das notas do Enem é o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que direciona estudantes para vagas em universidades federais e outras instituições públicas de ensino superior. A única condição é que os candidatos não tenham zerado na prova de redação. Normalmente, o Sisu realiza duas edições a cada ano, com a primeira acontecendo nos primeiros meses após o Enem.

Além dos processos seletivos conduzidos pelo governo federal, as instituições de ensino públicas e privadas têm autonomia para utilizar as notas em seus próprios critérios de admissão. Os candidatos podem consultar as instituições de seu interesse para conhecer os critérios específicos.

Estudantes que realizam o Enem têm chance de concorrer a vagas em instituições fora do Brasil

Atualmente, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) possui acordos com 51 instituições de ensino em Portugal, onde cada instituição estabelece suas próprias regras e pesos para o uso das notas. A lista de instituições está disponível no portal do Inep.

É importante observar que o programa de acordos interinstitucionais entre o Inep e as instituições de ensino superior portuguesas, conhecido como "Enem Portugal," não envolve transferência de recursos nem prevê financiamento estudantil por parte do governo brasileiro.

Além das oportunidades de ingresso em universidades, as notas do Enem também podem ser usadas para concorrer a bolsas de estudo em instituições privadas. O Programa Universidade para Todos (Prouni) oferece bolsas integrais (100%) e parciais (50%) para cursos de graduação em instituições privadas. Os processos seletivos do Prouni ocorrem duas vezes por ano e têm como público-alvo estudantes sem diploma de nível superior.

Para se candidatar às bolsas integrais do Prouni, os estudantes devem comprovar uma renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo. Para as bolsas parciais, a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa. Além disso, é necessário não ter obtido nota zero na redação do Enem e ter alcançado uma média mínima de 450 pontos nas provas.

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) é outra opção que permite o uso da nota do Enem para obter financiamento estudantil em instituições privadas. Para se inscrever no Fies, o candidato deve ter alcançado uma média aritmética das notas nas provas do Enem igual ou superior a 450 pontos, além de não ter obtido nota zero na redação.

Também é necessário atender aos critérios de renda, com uma renda familiar mensal bruta, por pessoa, de até três salários mínimos.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.