MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Novo grupo com direito a renegociar dívidas pela plataforma Desenrola

Ministro da Fazenda, Fernando Haddad, confirmou na noite desta segunda-feira (23) a entrada de mais um grupo na terceira fase do Desenrola; Saiba mais

Logo do Programa do Governo Federal Desenrola Brasil
Logo do Programa do Governo Federal Desenrola Brasil - Divulgação JC Concursos
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 24/10/2023, às 14h44

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Um novo grupo passa a ter direito a renegociar dívidas pela plataforma do Desenrola. Agora, passa a poder usar a ferramenta desenvolvida pelo Ministério da Fazenda e B3, bolsa de valores brasileira, os pequenos produtores rurais. 

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, confirmou a informação na noite desta segunda-feira (23), após participar de reunião com o ministro do Desenvolvimento Agrário e Família, Paulo Teixeira. 

Segundo publicação da Agência Brasil, Haddad afirmou que: “A plataforma é um ativo que pode ser mobilizado para outras renegociações. Então coloquei à disposição do MDA [Ministério do Desenvolvimento Agrário], para o futuro, a mesma plataforma construída para o atual Desenrola”.

De acordo com Haddad, Teixeira havia solicitado a implementação de um programa de renegociação de dívidas voltado para agricultores familiares. O ministro da Fazenda explicou que, no momento, a plataforma não pode ser disponibilizada devido à priorização da terceira fase do Desenrola. 

Essa fase contempla descontos para dívidas de até R$ 5 mil para aqueles que ganham até dois salários mínimos. No entanto, ele se comprometeu a estender essa ferramenta tecnológica para os agricultores de menor porte em breve.

+ Nubank lança empréstimo consignado para aposentados e pensionistas do INSS

Terceira fase do Desenrola 

A terceira fase do programa Desenrola entrou em vigor no início deste mês e proporciona um desconto médio de 83% para dívidas em nove setores distintos. Esses setores abrangem serviços financeiros, securitizadoras, varejo, energia, telecomunicações, água e saneamento, educação, micro e pequenas empresas. 

No entanto, é importante observar que em alguns casos específicos, o desconto pode ultrapassar essa média, variando conforme a natureza da atividade econômica. Para acessar essa plataforma, os consumidores precisam visitar o site www.desenrola.gov.br. É necessário que o usuário tenha um cadastro ativo no Portal gov.br, com conta de nível prata ou ouro, e mantenha seus dados cadastrais atualizados. 

Em seguida, o devedor deve selecionar uma instituição financeira ou empresa participante do programa para iniciar o processo de renegociação. A página lista as dívidas em ordem decrescente de desconto, apresentando as maiores vantagens no topo da lista. O devedor só precisa escolher o número de parcelas desejado e proceder com o pagamento.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.