MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Novo recorde do PIX: mais de 120 milhões de transações em um dia

O PIX, ferramenta do Banco Central (BC), bateu novo recorde na última quinta-feira (6); modalidade superou 120 milhões de transações em um único dia

Celular aberto com o site do Banco Central
Celular aberto com o site do Banco Central - Agência Brasil - PIX
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 10/04/2023, às 20h45

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O sistema de transferências instantâneas do Banco Central (BC), o PIX, bateu um novo recorde na última quinta-feira (6). Pela primeira vez desde sua criação em novembro de 2020, a modalidade superou a marca de 120 milhões de transações em um período de 24 horas. 

Somente no dia 6 de abril, foram realizadas 122,4 milhões de transferências via Pix para usuários finais. Apesar da alta demanda, o funcionamento da funcionalidade não foi comprometido, segundo o BC, que afirmou que os sistemas funcionaram com estabilidade ao longo de todo o dia.

O recorde anterior do Pix havia sido registrado em 20 de dezembro de 2021, com 104,1 milhões de transações em um único dia. Naquela data, o prazo de pagamento da segunda parcela do décimo terceiro havia acabado.

Desde a sua criação, o Pix acumula 146,4 milhões de usuários, dos quais 134,8 milhões são pessoas físicas e 11,6 milhões são pessoas jurídicas. Em setembro de 2022, o sistema superou a marca de R$ 1 trilhão movimentados por mês. 

O Pix tem se consolidado como uma opção prática e eficiente para transferências de dinheiro, e seu sucesso tem sido impulsionado pela facilidade de uso e pela gratuidade da operação para pessoas físicas.

+ Prazo para pedir isenção da taxa do Enem 2023 começa na próxima semana

Saiba como funciona o PIX Parcelado 

Você sabe como funciona o pix parcelado? Com ele, o consumidor poderá dividir a transação em até 12 ou 24 vezes. Esse serviço já é oferecido pelo Mercado Pago, PicPay e Santander. No caso do Mercado Pago, as taxas de juros chegam a 2,5% ao mês, o Santander 2,9% e no caso do PicPay a taxa chega a 2,99%. O valor é atrativo em comparação aos juros do cartão de crédito que custam a partir de 6,53% ao mês. 

No entanto, por mais que a funcionalidade ofereça uma maior comodidade para os consumidores, a operação pode deixar os consumidores endividados; por isso, é importante que os usuários fiquem atentos para evitar o problema. 

Ao realizar a operação, o usuário estará solicitando um crédito pessoal. O procedimento é realizado de maneira 100% digital e o cliente do banco no qual oferece esse serviço já pode saber no ato do pagamento quanto de juros irá pagar para transferir o dinheiro. 

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.