MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil
Tudo Sobre

Concurso Língua Afiada

O uso do NÃO como prefixo no texto. Saiba quando utilizar o hífen do jeito certo!

Escrever correto é essencial no mercado de trabalho. O especialista ensina como utilizar o NÃO como prefixo no texto



Ricardo de Oliveira - jrloliveira@jcconcursos.com.br
Publicado em 16/01/2022, às 10h18 - Atualizado às 10h23

o uso do NÃO como prefixo nos textos
o uso do NÃO como prefixo nos textos - JC Concursos
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

Depois da mudança ortográfica (ou até antes) a língua portuguesa já nos prega peças e grandes desafios na escrita. Para você fazer o uso correto do NÃO como prefixo no texto, o professor Carlos Moreno dá dicas gramaticais importantes para você aprender de vez as diferenças. Boa leitura!

"Prof. Moreno, já procurei em vários livros de gramática regras sobre o hífen e nunca achei nada que comentasse sobre o uso deste sinal em vocábulos como "antiinflamatório não esteróide" (é uma classe de medicamentos). Porém, em vários livros ou manuais, principalmente de Medicina, aparece "antiinflamatório não-esteróide". Afinal, qual é o correto? Em que casos podemos usar o hífen depois da palavra não? Parabéns pelo seu excelente trabalho." A pergunta foi da leitora Áurea Abreu, e nosso especialista responde!

Minha cara Áurea: um dia eu vou arregaçar as mangas e escrever um longo artigo na seção Como se Escreve, esmiuçando o uso do hífen. Por enquanto, vai tudo em drágeas. O uso do não como uma espécie de prefixo negativo universal é moderníssimo e extremamente útil; com ele, podemos criar divisões binárias de praticamente tudo o que quisermos: os votantes e os não-votantes, os alfabetizados e os não-alfabetizados, os hispânicos e os não-hispânicos, os marxistas e os não-marxistas. Com isso, podemos até falar no não-eu ou no não-ser, vocábulos que seriam impensáveis com nossos prefixos negativos clássicos, o "in-" e o "des-". Em todos esses casos, nota que eu usei o hífen; assim deves fazer com os teus não-esteróides. Alguns gramáticos antiquados e outros professores envelhecidos negam-se a usar este hífen; não dês ouvidos a eles. Usa, sim, porque ele é fundamental para assinalar que o não, aqui, não é um advérbio de negação, mas sim um elemento da composição do vocábulo.

Abraço. Prof. Carlos Moreno

Acompanhe o JC Concursos para mais dicas de português.

* Com informações do site sualingua.com.br

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaques

+ Resumo do Concurso Língua Afiada

Língua Afiada
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Educação
Escolaridade: Não informado
Faixa de salário:
Organizadora: www.saber.srv.br

+ Agenda do Concurso

03/06/2008 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda
concursos 2022empregosSociedade

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.