MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

PL para destinar recursos do Fundeb a professores é aprovado no Senado

Cada governo estadual e municipal deverá aprovar leis específicas para destinar os recursos do Fundeb. Projeto segue para sanção do presidente

PEDRO MIRANDA* | REDACAO@JCCONCURSOS.COM.BR
Publicado em 16/03/2022, às 21h55

Cada governo estadual e municipal  deverá aprovar leis específicas para os recursos do Fundeb.
Cada governo estadual e municipal deverá aprovar leis específicas para os recursos do Fundeb. - Agência Brasil
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

Um projeto de lei (PL) que destina recursos não utilizados do Fundo de Manutenção da Educação Básica (Fundeb) para professores foi aprovado nesta quarta-feira (26) pelo Senado. O pagamento será destinado para profissionais da educação básica. O projeto segue para sanção do presidente Jair Bolsonaro.

O PL também define os recursos extraordinários recebidos pelo estado, distrito federal e municípios, uma vez que o tribunal decidiu calcular o valor anual de cada aluno para destinar recursos e complementar os fundos de educação da União, incluindo o Fundeb, para investir em educação.

Nesse investimento, o projeto destaca os professores do ensino fundamental que exerceram efetivamente a atividade profissional na rede pública durante o período em que ocorreu o repasse menor ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef), de 1997 a 2006, e ao Fundeb, de 2007 a 2020.

De acordo com o projeto, o valor pago pelos recursos do Fundeb aos professores não conta para sua compensação e, portanto, é de “caráter indenizatório”.

+++Nascidos em agosto recebem o Abono Salarial Pis/Pasep nesta quinta-feira (17)

Entenda como serão destinados os recursos do Fundeb

O percentual desse pagamento e os critérios para distribuí-lo entre os profissionais beneficiados da educação básica serão de responsabilidade de cada governo estadual e municipal, que deverá aprovar leis específicas.

O relator da matéria, senador Rodrigo Cunha (PSDB-AL), destacou a batalha jurídica que os profissionais de ensino têm enfrentado há anos pelo acesso ao financiamento dos precatórios do Fundef, a chamada subvinculação.

O projeto visa demonstrar o direito dos professores de subvinculação. Rodrigo Cunha destacou que a valorização do professor seria o primeiro passo para garantir educação de qualidade. E que a atuação destes profissionais impactam toda a estrutura escolar.

*Estagiário sob supervisão do jornalista Jean Albuquerque

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.